Tamanho do texto

A homossexualidade foi criminalizada na Índia em 2013, e o preconceito contra a comunidade LGBT vem crescendo, o que é mostrado pela campanha

Ativistas LGBT da Índia revelaram as  agressões  que sofrem por expressarem abertamente suas orientações sexuais e identidades de gênero. Em um vídeo divulgado na semana passada e elaborado pelo Delta App, aplicativo voltado para pessoas dessa comunidade, os indianos aparecem lendo comentários ofensivos que recebem nas redes sociais e respondendo-os com frases impactantes, de muito orgulho.

Leia também: Índia reconhece transexuais como terceiro gênero sexual

A homossexualidade foi recriminalizada na Índia em 2013, e o preconceito contra a comunidade LGBT continua a crescer
Reprodução/Youtube/Delta App
A homossexualidade foi recriminalizada na Índia em 2013, e o preconceito contra a comunidade LGBT continua a crescer

A campanha leva o nome de “#StrongestTogether” (“mais fortes juntos”, em português) e tem o objetivo de rebater o "cyberbullying" e a LGBTfobia. Na Índia, a homossexualidade foi recriminalizada em 2013, algo que dá mais espaço para o preconceito e a violência contra pessoas da comunidade  LGBT .

Entre algumas mensagens fortes recebidas pelos indianos estão: “Todos os gays são pedófilos”, “fique longe dos meus filhos” e até “isso não é da nossa cultura, saia do país”. No vídeo, eles respondem os comentários demonstrando orgulho, dizendo coisas como: "venha conversar comigo, talvez eu possa te mostrar o que é ser gay de verdade", "minha identidade não é do seu interesse, eu sou feliz como sou" e "sou linda e feminina, isso é com certeza da nossa cultura".

O objetivo de mostrar as respostas das pessoas que aparecem no vídeo é fazer com que os integrantes da comunidade possam dar um passo à frente e, assim, enfrentar as agressões que sofrem por causa de suas identidades. 

Leia também: Companhia usa dança para defender direitos de transexuais na Índia

O aplicativo para LGBTs indianos

O Delta App tem sido importante para os indianos LGBTs que sofrem com o preconceito por expressarem suas verdades
Reprodução/Youtube/Delta App
O Delta App tem sido importante para os indianos LGBTs que sofrem com o preconceito por expressarem suas verdades

O aplicativo Delta foi o primeiro espaço online para LGBTs na Índia. A empresa foi criada com a intenção ajudar os membros da comunidade queer no país a encontrar apoio, oferecendo um ambiente seguro para usuários compartilharem suas vivências. Ao site "PinkNews", Ishaan Sethi, co-fundador do app, revela que centenas de mensagens são compartilhadas nos fóruns todos os dias, de pessoas de todo o espectro da sexualidade e identidade de gênero procurando ajuda e, muitas vezes, querendo desabafar em um lugar onde não serão julgadas.

Leia também: Príncipe indiano vai construir centro de apoio à comunidade LGBT em palácio

“A maioria dessas pessoas recebe mensagens horríveis de gente que está acostumada a ofender sem mostrar o rosto. Sendo  LGBT  e trabalhando no ramo online, nós decidimos criar esse aplicativo para mudar a realidade e para que as pessoas percebam que não estão sozinhas”, completa o CEO.

    Leia tudo sobre: Aplicativo
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.