Tamanho do texto

Selo de festas que passa por Barcelona e Tel Aviv também tem sua versão para orientais na Tailândia

Muita gente não sabe, mas a  Tailândia  é o principal destino LGBT da Ásia. Não por acaso, a nação concentra três dos maiores festivais eletrônicos destinados a este público no continente: o White Party (no ano novo), o G-Circuit (em abril, durante o ano novo tailandês) - esses dois na capital, Bangkok - e o  Circuit Festival Asia , que acontece em junho, no balneário de Pattaya.

público do circuit festival dança na piscina
Circuit Festival Asia/Divulgação
Festa em parque aquático é uma das mais aguardadas da edição asiática do Circuit Festival

Leia também: Pesquisa revela qual o maior fetiche dos gays entre quatro paredes

E é justamente desta cidade litorânea que vamos falar hoje. Provavelmente, você, brasileiro, nunca tenha ouvido falar nesse lugar - que fica a cerca de 1h30 dirigindo a partir de Bangkok. Mas o destino é um dos sonhos de pelo menos 9 entre 10 gays asiáticos. Principalmente em junho, quando recebe turistas do continente para curtir a edição asiática do selo que ainda passa por paraísos das festas, como Barcelona e Tel Aviv.

Tive o prazer de ser convidado para a edição deste ano, que rolou no fim de semana passado. Quatro festas em três dias de evento: duas festas indoor numa famosa boate local, uma pool party num parque aquático e uma de encerramento na areia da praia. O Circuit Festival Asia de Pattaya não ficou devendo em nada a outros do gênero mundo afora, com seus circuit boys (orientais) descamisados e sarados.

Claro que a aglomeração de chineses era evidente (como eles não têm grandes eventos LGBT na China, esse pessoal espera o ano todo para se soltar aqui na Tailândia). E quem conhece, sabe que eles são bem mais mal-educados e grossos do que os asiáticos em geral. Mas isso não tirou o brilho da festa, afinal estamos todos ali para curtir e nos respeitar.

Leia também: Taiwan: conheça o primeiro país da Ásia a aprovar o casamento gay

No comando do som, grandes nomes internacionais como os DJs Nacho Chapado, Oscar Velazquez e nosso diamante brasileiro Las Bibas From Vizcaya (do hit Divadrag). A drag DJ e produtora do Recife, inclusive, foi aclamada pelo público da festa como o melhor set do festival e confirmou sua volta para a Tailândia na próxima White Party (em dezembro).

DJ e drag Las Bibas From Vizcaya toca na Circuit Festival Asia
Circuit Festival Asia/Divulgação
Drag brasileira Las Bibas From Vizcaya foi atração da festa principal em Pattaya


E não é apenas o Circuit Asia que agita Pattaya. Os quase 6 milhões de turistas que visitam a cidade anualmente também chegam em busca de festivais de música eletrônica como o Songkranzonic (abril), o Knoch Knoch (fim de junho) e o badalado Wonderfruit (dezembro), conhecido pela variedade de gêneros musicais, infraestrutura do nível do Tomorrowland e público bem gay friendly.

Turistando

Quem quiser se programar para conhecer Pattaya em algum desses festivais, pode reservar mais uns dois dias antes ou depois dos eventos para desfrutar de tudo que a cidade tem a oferecer. Os pontos turísticos da cidade estão bem espalhados, assim como sua rede hoteleira. Apesar de ser uma cidade litorânea, a qualidade da água do mar de Pattaya não é das melhores. As famosas praias tailandesas , como Phuket e Krabi, ficam mais ao sul.

Como todo bom destino turístico na Tailândia, Pattaya é repleta de bons restaurantes locais (bem baratos) e casas de massagem. A área de Lucky House é a melhor para se hospedar, com mercados noturnos e também transporte público - pequenas caminhonetes que levam turistas nas caçambas. Táxis e o Grab (Uber local) são um pouco mais caros do que em Bangkok.

Atrações

Diogo carvalho em frente ao Santuário da Verdade, em Pattaya
Arquivo pessoal/Diogo Carvalho
Gigante de madeira, Santuário da Verdade abraça quatro diferentes religiões asiáticas

Principal atração turística da cidade, o Santuário da Verdade é daquelas construções religiosas de tirar o fôlego. O templo tem 105 metros de altura, sendo a maior edificação toda em madeira do mundo. Seu formato é em cruz, onde cada uma das extremidades abraça esculturas e ensinamentos das religiões e mitologias budistas e hindus da Tailândia, Camboja, China e Índia.

A ideia principal do templo é mostrar que todas as religiões levam à única verdade. O projeto foi iniciado em 1981 e só deve ser concluído em 2050. Por isso, para visitá-lo, o turista precisa usar equipamento de proteção. O local onde o santuário está erguido, por si só, já vale uma visita: o topo de uma colina com uma vista para o mar e para a cidade.

Quem busca ainda esse lado mais religioso de Pattaya pode subir um dos pontos mais altos da cidade até o Templo do Grande Buda . Um pouco mais afastada da cidade, está a incrível montanha Khao Chi Chan, com uma imagem gigante dourada de Buda, perfeita para aquela foto.

Jardim Botânico Tropical de Nong Nooch, em Pattaya
Diogo Carvalho
Jardim Botânico Tropical de Nong Nooch guarda algumas das maiores coleções de plantas do mundo


Outro também imperdível é o  Jardim Botânico Tropical de Nong Nooch . Numa área gigantesca, abriga templos e jardins com algumas das maiores coleções e variedades de plantas no mundo. Como tailandês tem mania de grandeza, ao longo do parque você vai ver estátuas gigantescas de animais. Em Nong Nooch há também um museu de carros antigos e shows de artistas locais. Vale a pena passar pelo menos uma tarde.

Pattaya também tem aqueles clássicos shows de animais exóticos na Tailândia, como espetáculos com crocodilos, cobras, tigres e elefantes. Mas nunca recomendo, pois se sabe que os bichinhos são maltratados para realizar todas aquelas atividades de entretenimento. Se estiver com crianças, prefira levar a um dos parques aquáticos: o do Cartoon Network e o Ramayana são diversão garantida. Também há um museu de ursos de pelúcia.

Mas se você procura mesmo por badalação, vá jantar no curioso Terminal 21 (o shopping mais novo da cidade) ou em algum dos mercados noturnos da cidade e depois se jogue nos bares da  Night Walking Street . Lá, você vai achar desde bares de pole dance, gogos a karaokes. Todos os pubs gays estão concentrados nessa área, assim como o Nap, principal clube LGBT de Pattaya.

Leia também: Confira datas de Paradas do Orgulho LGBT no Brasil e no mundo em 2019

Veja mais fotos e detalhes das atrações de Pattaya :