Tamanho do texto

Nessa semana, a coluna do Pomba fala do projeto Transver de cultura LGBT que acontece em setembro no SESC Santo André

Lineker (não confundir com Liniker) lançando seu terceiro álbum no SESC Santo André
Divulgação
Lineker (não confundir com Liniker) lançando seu terceiro álbum no SESC Santo André


Numa semana em que a censura retornou das trevas no Brasil com o cancelamento da exposição queer em Porto Alegre, temos um alento para contrapor. TRANSVER é olhar com amplitude, enxergar com mais cuidado e respeito algo ou alguém de quem falamos. Partindo disso, a programação do Sesc Santo André para o mês de setembro apresenta um conjunto de ações artísticas de cultura LGBT que pretendem ampliar a perspectiva sobre a questão da diversidade sexual e de identidade de gênero . Por meio de espetáculos de diversas linguagens, as ações instituem, entre artistas e públicos de todas as idades, um espaço de reconstrução coletiva dos olhares sobre si mesmo e sobre os outros.

As atrações sobre a cultura LGBT que compreende lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, travestis e transgêneros oferecem shows musicais, peças teatrais e apresentações literárias. Sem pretensão de estabelecer definições, os encontros que acontecerão ao longo de todo mês, pretendem desestabilizar padrões e estereótipos construídos social e historicamente.

Leia também: Peça Bruta Flor volta em cartaz em São Paulo

Ellen Oléria - conhecida por sua voz e ativismo politico apresenta o show Zami
Thiago Sabino/Divulgação
Ellen Oléria - conhecida por sua voz e ativismo politico apresenta o show Zami

As atividades tem o intuito de apresentar trabalhos elaborados por artistas que tenham relação íntima e pessoal com a causa LGBT . Como o cantor e multiartista Lineker em seu terceiro álbum – e primeiro autoral – “Lineker”, onde assina oito das onze faixas, todas inéditas. Ou ainda a voz e ativismo político de Ellen Oléria , que atualiza canções da MPB que fizeram muita gente pensar sobre seu lugar de pertencimento e ajudaram no fortalecimento de identidades não normativas.
Além disso, três dos quatro espetáculos teatrais LGBT transportam o público para um olhar ainda mais intimista com os artistas em cena. As peças “Cabaré Falocrático”, “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu” e “A Codorna Pneumática” levam o espectador para o palco, propondo uma experiência mais intensa com a narrativa e os personagens.

A programação conta ainda com a intervenção “ Bicha Engraçada ” do Coletivo Ele Quer Um Nome, a contação de história “ A Princesa e a Costureira ”, com a drag queen Helena Black, a intervenção “Vista o arco-íris : estamparia em quadricromia”, que é uma técnica de impressão com quatro cores, entre outras atividades.

Leia mais: A origem do Dia da Visibilidade Lésbica e do Orgulho Lésbico

Programação

O projeto Transver de cultura LGBT vai até o final de setembro no SESC Santo André. Para acessar toda a programação, acesse https://www.sescsp.org.br/programacao/132029_TRANSVER#/content=programacao 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.