Tamanho do texto

Após os vizinhos ofenderem o casal, elas decidiram fazer um protesto criativo e colorido para mostrar que têm orgulho de estarem juntas

Lisa Licata e Sherry Lau são um casal lésbico de Penn Hills, na Pennsylvania (Estados Unidos). Em resposta a ataques homofóbicos que estavam sofrendo, elas tiveram uma ideia para protestar contra os vizinhos: pintando a parede de casa com as cores da bandeira LGBT .

Leia também: Protesto disfarçado leva bandeira LGBT à Copa do Mundo na Rússia e viraliza

O casal lésbico teve uma boa ideia para protestar contra os vizinhos que ofendiam e ameaçavam as duas
Reprodução/WTAE-TV
O casal lésbico teve uma boa ideia para protestar contra os vizinhos que ofendiam e ameaçavam as duas


Segundo informações do noticiário “WTAE”, de Pittsburgh, Lisa e Sherry mudaram-se para Penn Hills há cinco anos e contaram para os vizinhos que eram mãe e filha, com medo de sofrerem preconceito. Eventualmente, quando o casal lésbico se assumiu, seus vizinhos Ron Makay e Iolanda Wieczorkowski começaram a ofendê-las e até chegaram a atirar com um rifle no cachorro das duas.

Após o episódio, que deixou o cão com a pata machucada, elas resolveram construir uma cerca entre as duas casas, com as cores da bandeira LGBT, em atitude de protesto . Mesmo assim, os vizinhos continuaram a usar expressões ofensivas para se dirigir às duas e as coisas passaram a ficar tensas.

Foi então que Lisa e Sherry decidiram fazer um protesto, ainda maior, pintando a parede da casa, do lado dos vizinhos acusados de homofobia, com as cores do orgulho. “Quando eles protestaram contra a cerca colorida, decidimos pintar toda a parede de casa”, afirma Lisa.

Leia também: Casal LGBT revela 42 anos de história de amor e luta contra o preconceito

Primeiramente, o casal lésbico pintou a cerca com as cores da bandeira LGBT e, depois, coloriu a parede da casa
Reprodução/WTAE-TV
Primeiramente, o casal lésbico pintou a cerca com as cores da bandeira LGBT e, depois, coloriu a parede da casa


“Estamos no século 21. Nós moramos aqui e não mudaremos. Nossa família nos aceita e nossos amigos também. Se você não apoia, só viva a sua vida, nos deixe em paz e vai ficar tudo bem”, diz Sherry.

Lisa comenta que está contente com a reação da vizinhança às cores de sua casa e conta que os vizinhos até diminuíram o número de ofensas. “A reação tem sido ótima e a maioria está nos apoiando. E os vizinhos permanecem quietos, como o advogado deles determinou”, conta Lisa, ao site “Mashable”.

Leia também: Ativistas cobrem pés da estátua de Tiradentes com bandeira gay no RJ

A resposta dos vizinhos às alegações do casal lésbico

Os vizinhos optaram por não comentar sobre as acusações e negaram alegações do casal lésbico sobre o ocorrido
Reprodução/WTAE-TV
Os vizinhos optaram por não comentar sobre as acusações e negaram alegações do casal lésbico sobre o ocorrido


Quando procurados, os vizinhos de Lisa e Sherry preferiram não comentar sobre as acusações de homofobia e negaram as alegações de que o cachorro do casal lésbico foi ferido com um tiro de rifle.

    Leia tudo sobre: casa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.