Tamanho do texto

"Os Simpsons", "Meninas Superpoderosas" e Pernalonga são alguns nomes na lista de desenhos animados com representatividade em seus personagens

Orientação sexual e identidade de gênero são temas que vêm sendo abordados em produções direcionadas para adultos e também para crianças, a fim de mostrar que ser queer não é algo “anormal”. Não só em livros com a temática LGBT , os temas estão sendo abordados em animações , através da representatividade nos personagens de desenhos animados.

Abordando as questões de forma divertida, os desenhos se tornam um espaço para abordar a pauta LGBT , o que pode ser considerado uma vitória para a comunidade. Sendo assim, listamos dez animações que apresentam cenas e personagens de desenhos animados  que são LGBT.

Confira os personagens de desenhos animados que são LGBT

Diversos personagens de desenhos animados são LGBT e abordam a questão, trazendo representatividade para a causa, como em
Reprodução
Diversos personagens de desenhos animados são LGBT e abordam a questão, trazendo representatividade para a causa, como em "Star vs. As Forças do Mal" (à esquerda), "Clarência, o Otimista" (ao centro) e "Os Simpsons" (à direita)



1. “Steven Universe”

Duas personagens de desenhos animados LGBT são Rubi e Safira, que se casam no desenho
Reprodução/"Steven Universe"
Duas personagens de desenhos animados LGBT são Rubi e Safira, que se casam no desenho "Steven Universe"


“Steven Universe” é uma animação com tema futurista, lançado em 2013 nos Estados Unidos e em 2014 no Brasil, no canal “Cartoon Network”. O desenho conta a história de um jovem garoto chamado Steven, que vive na cidade turística fictícia de Beach City. O tema da orientação sexual é abordado no final da quinta temporada, quando acontece um casamento entre duas personagens de desenhos animados do mesmo sexo, Rubi e Safira.

A série já foi indicada quatro vezes ao prêmio Emmy por “Melhor Série Animada de Curta Duração”. Além disso, a criadora do desenho, Rebecca Sugar, se assumiu bissexual em 2016 na Comic-Con de San Diego, na Califórnia (Estados Unidos).

2. “Rick e Morty”

Outro nome na lista de personagens de desenhos animados é Rick (à direita), que é declarado pansexual na animação
Reprodução/Youtube
Outro nome na lista de personagens de desenhos animados é Rick (à direita), que é declarado pansexual na animação


O desenho “Rick e Morty” também estreou em 2013 nos Estados Unidos e faz parte das animações do “Cartoon Network”. A série gira em torno das aventuras dos membros da família Smith, que consiste nos pais Jerry e Beth, seus filhos Summer e Morty e o pai de Beth, Rick Sanchez, que mora com eles como hóspede. No decorrer dos episódios, é revelado que Rick é pansexual, ou seja, ele sente atração por pessoas de independentemente de sexo ou gênero.

Apesar de não ter conseguido levar a estatueta para casa, “Rick e Morty” também foi indicado ao prêmio Emmy por “Melhor Programa de Animação”.

3. “Super Drags”

Outros personagens de desenhos animados que são LGBT são Patrick, Donny e Ramon, drag queens heroínas
Reprodução
Outros personagens de desenhos animados que são LGBT são Patrick, Donny e Ramon, drag queens heroínas


Outros nomes relevantes na lista de personagens de desenhos animados são os da série “Super Drags”, primeira animação brasileira produzida originalmente pela Netflix. Com estreia prevista ainda para o segundo semestre de 2018, o programa foi anunciado em maio e conta as aventuras de três personagens, Patrick, Donny e Ramon, que se transformam em drag queens super-heroínas e incentivam as pessoas a seguirem a própria verdade.

No entanto, a repercussão não tem sido a melhor desde o anúncio. Apesar da plataforma de streaming indicar de maneira clara que a série não é direcionada para crianças pequenas, a animação foi alvo de críticas e de correntes na web, causando má repercussão. Até mesmo a Sociedade Brasileira de Pediatria divulgou uma nota pedindo o cancelamento do desenho.

4. “Os Simpsons”

Waylon Smithers é outro nome na lista de personagens de desenhos animados que são LGBT, aparecendo com uma bandeira do orgulho LGBT e até declarando seu amor platônico pelo chefe de onde trabalha Montgomery Burns
Reprodução
Waylon Smithers é outro nome na lista de personagens de desenhos animados que são LGBT, aparecendo com uma bandeira do orgulho LGBT e até declarando seu amor platônico pelo chefe de onde trabalha Montgomery Burns


“Os Simpsons” é um clássico da televisão, mas por que a animação estaria na lista de personagens de desenhos animados que são LGBT? O programa conta a história de uma família amarela fora do comum e aborda a questão ao apresentar um personagem queer, Waylon Smithers, que é um colega de trabalho de Homer Simpson, pai da família. Além das suspeitas ao longo da série por ser afeminado, a orientação do personagem é confirmada quando ele aparece com uma bandeira do orgulho LGBT e declara sua paixão platônica pelo chefe, Montgomery Burns.

O desenho estreou na televisão americana em 1989 no canal "FOX" e, desde então, tem conquistado notoriedade, ganhando mais de 30 prêmios Emmy Awards e sendo homenageado com uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood, na Califórnia.

5. “Hora de Aventura”

Princesa Jujuba (à esquerda) e Marceline (à direita) são outros personagens de desenhos animados que são LGBT
Reprodução
Princesa Jujuba (à esquerda) e Marceline (à direita) são outros personagens de desenhos animados que são LGBT


Exibida no canal “Cartoon Network”, a animação “Hora de Aventura” estreou em 2010 e trata sobre as aventuras de Finn, um garoto humano aventureiro, e o seu melhor amigo e irmão adotivo Jake, um cão com super poderes. Os episódios apresentam as personagens Princesa Jujuba e Marceline, que têm um suspeito grau de proximidade.

Foi só em uma noite de autógrafos do livro “The Adventure Time Encyclopedia” em Los Angeles que a atriz Olivia Olson, que dá vida a Marceline, confirmou o relacionamento entre as duas, de acordo com uma conversa que teve com o autor, Pendleton Ward.

6. “Drag Tots”

Reprodução
"Drag Tots" conta com 5 personagens de desenhos animados que são LGBT, inspirados em "Meninas Superpoderosas"


Anunciada neste ano, “Drag Tots” é outra série de animação com personagens de desenhos animados LGBT em serviço de streaming, exclusivo do serviço WOW Presents Plus e da mesma produtora do reality show “Rupaul’s Drag Race”. A ideia da animação é misturar o reality show de drag queens, que inclusive dublam os personagens, com o desenho “As Meninas Superpoderosas”.

“Drag Tots” estreou no serviço de streaming no final do mês de junho deste ano e tem uma abordagem única para a questão da arte drag queen em proximidade às crianças, já que se trata de drag queens iniciantes .

7. “As Meninas Super Poderosas”

Ele é um dos personagens de desenhos animados que traz a discussão sobre identidade de gênero em
Reprodução
Ele é um dos personagens de desenhos animados que traz a discussão sobre identidade de gênero em "Superpoderosas"


O próprio desenho “As Meninas Superpoderosas” também traz a questão LGBT, abordando a identidade transgênero. Contando as aventuras de Florzinha, Lindinha e Docinho, três garotas com super poderes, surge na história um vilão, chamado Ele, que usa maquiagem, botas longas, fala de forma mansa e apresenta gestos mais “afeminados”. Em um episódio de 2016, também foi exibida a bandeira LGBT.

O programa animado estreou nos Estados Unidos em 1998 e já foi indicado cinco vezes para o prêmio Emmy Awards e ganhou duas estatuetas.

8. Pernalonga

Outro dos personagens de desenhos animados que abordam a questão LGBT é Pernalonga, que se casa com Hortelino
Reprodução
Outro dos personagens de desenhos animados que abordam a questão LGBT é Pernalonga, que se casa com Hortelino


Estrelando nas animações “Looney Tunes” e “Merrie Melodies”, o personagem Pernalonga surgiu há tempos, e episódios clássicos mostram o personagem se travestindo e beijando outros homens ocasionalmente. Seu principal "crush" era o caçador Hortelino Troca-Letras. Apesar de algumas atitudes serem provocações, o personagem merece um lugar na lista de personagens de desenhos animados por abordar a pauta.

Premiado com um Oscar de melhor curta-metragem de animação por Cavaleiro Pernalonga em 1958, e com uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood, Pernalonga foi eleito como um dos melhores personagens de desenhos animados de todos os tempos pela revista estadunidense “TV Guide”.

9. “Star vs. As Forças do Mal”

Na cena de
Reprodução/Disney Channel
Na cena de "Star", vários casais começam a se beijar, um deles formado por personagens de desenhos animados LGBT


Produzido pelo canal “Disney”, o desenho “Star vs. As Forças do Mal” estreou em 2015 e conta a história da guerreira intergaláctica Star Butterfly, que chega na Terra e começa a viver com a família Diaz, precisando lutar com vilões do universo e do Ensino Médio. A animação viralizou no ano passado ao exibir o primeiro beijo gay em uma animação da Disney, tornando-se uma das cenas LGBT marcantes de 2017 .

10. “Clarêncio, o Otimista” e “The Loud House”

Mesmo que aparecendo em poucos episódios, também existem casais LGBT de personagens de desenhos animados
Reprodução
Mesmo que aparecendo em poucos episódios, também existem casais LGBT de personagens de desenhos animados

“Clarêncio, o Otimista” faz parte das animações do "Cartoon Network" e apresenta situações inusitadas na vida de Clarêncio. Os pais de Jeff, um dos melhores amigos de Clarêncio, são duas mulheres, que, apesar de não ser o foco, geraram repercussão por aparecer no episódio.

Situação semelhante aconteceu em “The Loud House”, do canal “Nickelodeon”, série de animação que conta a história da personagem Lincoln Loud e das suas dez irmãs. Em um episódio, um casal formado por dois homens corresponde aos pais do melhor amigo de Lincoln Loud, Clyde McBride.

Personagens de desenhos animados que não foram confirmados

Apesar de não ter sido confirmado, Bob Esponja é um dos personagens de desenhos animados que é ícone LGBT
Reprodução
Apesar de não ter sido confirmado, Bob Esponja é um dos personagens de desenhos animados que é ícone LGBT



Além das animações listadas, vale lembrar dois outros que são até reconhecidos como ícones LGBT, mas que não foi confirmado se tratam sobre a temática. O primeiro deles é Bob Esponja, personagem que poderia ser homossexual, segundo estudo apontado pela Comissão Nacional da Ucrânia. Entretanto, o criador do desenho, Stephen Hillenburg, declarou em entrevista ao “Independent UK” que as alegações são exageradas e que Bob só é especial.

O outro nome dos personagens de desenhos animados é Tinky Winky da série “Teletubbies”, que gerou controvérsia por ser roxo e ter um triângulo na cabeça. A cor roxa e a antena triangular na cabeça do boneco são considerados símbolos da causa LGBT, além de teoricamente ser um menino e gostar de bolsas.