Tamanho do texto

As faixas coloridas foram instaladas em homenagem às celebrações do orgulho LGBT na cidade, mas foram vandalizadas duas vezes em três dias

A ruas que receberão a Festa do Orgulho de Paris , que acontecerá no próximo sábado (30), acabaram de ficar mais coloridas. Faixas de pedestres com as cores da bandeira LGBT foram instaladas no bairro de Marais, na cidade, em homenagem às celebrações do orgulho que acontecerão no próximo final de semana. Porém, elas também já foram vandalizadas. 

Leia também: Disney lança orelhas do Mickey com bandeira do orgulho LGBT

A faixa com cores da bandeira LGBT foi instalada em homenagem à Festa do Orgulho de Paris, mas foram vandalizadas
Reprodução/Twitter/lescoqsfestifs
A faixa com cores da bandeira LGBT foi instalada em homenagem à Festa do Orgulho de Paris, mas foram vandalizadas


As faixas de pedestres com as cores da bandeira LGBT foram instaladas na última segunda (25) pela prefeitura. Infelizmente, desde então, as faixas coloridas sofreram atos de  vandalismo duas vezes, mas puderam ser restauradas antes da Festa do Orgulho. Usuários no Twitter registraram o que foi feito com as bandeiras em atos de preconceito.

Logo no primeiro dia após a instalação das cores do arco-íris, as faixas acordaram totalmente cobertas e rabiscadas com tinta branca e com mensagens do tipo “LGBTs, saiam da França”. O ato de vandalismo foi limpado com jatos de água por agentes municipais e fortemente condenado pela prefeita de Paris, Anne Hidalgo.


Na noite de quinta-feira (28), as faixas foram vandalizadas mais uma vez, com mensagens como “ditadura LGBT” e “Hidalgo, saia daqui”, em uma ameaça direta para a prefeita da cidade. Os vândalos não foram identificados até o momento, de acordo com informações do site "Pink News".

Leia também: Por que bandeira do arco-íris se tornou símbolo do movimento LGBT?

Repercussão do vandalismo nas faixas com cores da bandeira LGBT no Twitter


Um morador de Paris publicou fotos da segunda vez em que a faixa foi vandalizada, afirmando: “Essas frases homofóbicas são uma reflexão de toda a discriminação e violência que os LGBTs enfrentam por toda a França e pelo mundo. Nós continuaremos a lutar sem medo.”

Leia também: Foto de beijo gay é censurada no Instagram, e usuários se revoltam

A prefeita de Paris também tuitou nesta sexta (29), dizendo: “A faixa de pedestre com cores da bandeira LGBT foi vandalizada novamente. Esse ato de homofobia não passará sem punição.” Com os atos, existe até a possibilidade de a faixa se tornar algo permanente, como a prefeita disse ao canal de televisão “RTL”, já que mostra ainda mais apoio ao movimento.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.