Tamanho do texto

Com apenas um ano, o pequeno Willum ficou encantado com as artistas que se apresentavam no supermercado que ele frequentava com a mãe, Monica

Ver um show de uma drag queen pela primeira vez pode ser uma experiência impactante - claro, no bom sentido. Para o pequeno Willum, de um ano, definitivamente foi o caso. Ele estava num supermercado com a mãe, quando presenciou a apresentação de Naomi Capri Tailz.

Leia também: Mãe e filho fazem maquiagem drag juntos e fotos causam polêmica no Twitter

O pequeno Willum ficou encantado ao ver uma drag queen pela primeira vez na vida
Facebook/Reprodução
O pequeno Willum ficou encantado ao ver uma drag queen pela primeira vez na vida


Pode parecer estranho ver uma drag queen se apresentando num mercado, em plena luz do dia, mas no estabelecimento da cadeia Whole Foods em Houston, no Texas, são organizados shows semanais para que as pessoas curtam a arte drag fora de boates, à 1h da manhã, como explica um dos organizadores, Micah Youngblood.

“É super divertido e tem tido um impacto incrível na nossa comunidade”, afirma ele.

O pequeno Willum Armstrong Allen foi uma das pessoas a apreciar o show. Ele estava no mercado com a mãe - que filmou tudo -, quando vê Naomi no fim do corredor. Ele fica surpreso, olhando-a com curiosidade, então começa a caminhar até ela e lhe dá uma nota de dinheiro, como é costume dos fregueses do estabelecimento dar como se fosse uma gorjeta à artista.

Leia também: Professor ensina que ser drag queen é mais do que apenas se montar

No vídeo, fica claro que Willum estava absolutamente encantado com Naomi. Aquela era a primeira vez que ele via uma drag queen. “Eu não fazia ideia de que ele iria caminhar até ela”, disse a mãe do pequeno, Monica Armstrong Allen, à Pink News.

Cena do vídeo que Monica, mãe de Willum, filmou do pequeno reagindo à drag queen
Facebook/Reprodução
Cena do vídeo que Monica, mãe de Willum, filmou do pequeno reagindo à drag queen


Empolgado, ele ainda posou e tirou fotos no colo de uma outra artista que se apresentava no mesmo dia, Brice Cobb, conhecida como Vitamin B.

Outras iniciativas com drags

Existem várias iniciativas legais com drag queens que buscam aproximar essa arte de pessoas “comuns”, que não tendem a frequentar boates ou não têm muito contato com a comunidade LGBT, principalmente, na tentativa de romper preconceitos.

Leia também: Mulheres drags: elas existem e também arrasam

Uma delas, por exemplo, é a Drag Queen Storytime, em Londres, na qual as artistas vão a bibliotecas infantis ou mesmo escolas e leem livros para as crianças.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.