Tamanho do texto

"Só quer sexo", "não pensa em namoro" e "é indeciso"? Não, esses são apenas alguns dos mitos que ainda existem acerca da vida de pessoas bissexuais

Bissexuais são aquelas pessoas que sentem atração física e emocional por ambos os sexos. Diferente do que muita gente acha, o “B” em LGBT não é de Beyoncé, é de bissexualidade, e os bissexuais precisam lutar pelo seu espaço no movimento, afinal ainda existem muitas construções erradas sobre a sexualidade, além de muita falta de visibilidade.

Leia também: Coisas que você não deve nunca dizer para bissexuais

A bissexualidade ainda sofre com mitos e construções erradas sobre a vida dos indivíduos
shutterstock
A bissexualidade ainda sofre com mitos e construções erradas sobre a vida dos indivíduos


Entre mitos e verdades, a realidade vivida pelos bissexuais é bem diferente. Por isso, listamos os maiores mitos e a verdade por trás deles acerca da bissexualidade para poder entender melhor a realidade deles:

1. Bissexual só quer sexo

via GIPHY


“Ah, se é bissexual é porque só pensa em sexo com homem, com mulher, com o que tiver na frente.” Não, essa não é a realidade, os bissexuais simplesmente sentem atração, mas não necessariamente vão dar continuidade a ela. Muito pelo contrário, eles têm em mente que tanto homens quanto mulheres são pessoas e precisam ser respeitados.

2. Bissexual não quer namorar

via GIPHY


Se as pessoas já pensam que bissexual só quer sexo, imagine com relação a namoro. Bissexuais também namoram, sim, independentemente de qual dos sexo for o parceiro.

3. Bissexual tem “o dobro de opções”

via GIPHY


Na balada, como por exemplo, o bissexual pode ficar tanto com homens quanto com mulheres, portanto tem o dobro de opções, certo? Não, essa realidade não existe. Para uma pessoa bissexual, não se trata de números, da mesma forma que não se pensa em números quando você é hétero ou homossexual quando está na balada.

4. Bissexual é indeciso ou confuso

via GIPHY


“Quem é bissexual está confuso sobre gostar de homem ou de mulher.” Também não é assim. Bissexuais realmente sentem atração pelos dois. As pessoas costumam aplicar a realidade heteronormativa, na qual só é possível gostar de um sexo, para a vida de todos, mas a realidade bissexual não é assim.

5. Bissexual está só passando por uma fase

via GIPHY


Mais uma vez tendem a acreditar que só é possível se interessar por um dos dois sexos e a acreditar também que o bissexual ou é hétero que “quer ser legal” ou é homossexual que “não quer se assumir”. Isso não é nem um pouco verdade, afinal bissexuais também questionam seus gostos e acabam tendo essa percepção da realidade. Você já ouviu alguém falar que heterossexualidade é uma fase? Por que bissexualidade precisa ser?

6. Bissexual só quer chamar atenção

via GIPHY


Dizer que “bissexual só quer chamar atenção, para 'pagar de diferentão' que não pode escolher só um dos sexos” é ignorar a verdade daquela pessoa. Ainda também é comum ouvir que bissexual é hétero que “quer ser legal”, mas bissexuais são só bissexuais e que, como dissemos, passam por questionamentos sobre os próprios sentimentos, ainda mais quando estão acostumados a ouvir que é possível gostar só de homem ou só de mulher.

7. Bissexual só existe em menáge ou orgia

via GIPHY


Só dá para ser bissexual em menáge ou orgia, quando existem pessoas dos dois sexos? Não, os bissexuais nem sequer pensam nisso. Lógico, você pode se descobrir em uma dessas experiências, mas, da mesma forma que acontece com pessoas heterossexuais ou homossexuais, os bissexuais podem ou não se interessar por isso.

8. Bissexual é metade hétero e metade homo

via GIPHY


Para as pessoas que não entendem direito, bissexuais têm metade de seu interesse voltado para homens e metade para mulheres. No entanto, imagine uma situação de balada: só porque uma pessoa bi ficou com um homem, precisa ficar com uma mulher para provar a sexualidade? Não. Existe um grande espectro da bissexualidade, o que torna possível, por exemplo, que uma pessoa se atraia pelos dois sexos, mas sinta mais atração por um do que para o outro. Também é possível que essa "preferência" varie com o passar dos anos, e por aí vai.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.