Tamanho do texto

Famílias incomuns, inseguranças sobre sexualidade e relacionamentos LBGT inesperados fazem parte dessas histórias que têm conquistado o público

As plataformas de streaming revolucionaram o mercado audiovisual com um catálogo que cresce cada vez mais. E os catálogos têm se tornado mais diversos também, com mais produções voltadas para o público LGBT. Em 2018, o número de séries com a temática só aumentou, e os novos seriados vão te deixar vidrado nas telas.

Leia também: 7 filmes e séries com temática LGBT para assistir no Netflix

Os serviços de streaming apresentam cada vez mais personagens LGBT em suas produções
Reprodução
Os serviços de streaming apresentam cada vez mais personagens LGBT em suas produções


Famílias incomuns, inseguranças sobre sexualidade e relacionamentos gays inesperados. Confira 10 séries em alta que retratam a realidade da comunidade LGBT :

1. "Transparent"

A série
Divulgação
A série "Transparent" tem como maior foco a abordagem da questão trans com seu personagem protagonista


Uma série de comédia, "Transparent" trata sobre uma família que mora em Los Angeles, que descobre que a pessoa que eles conheciam por ser o pai, interpretado por Jeffrey Tambor, é na verdade uma mulher transgênero. Além disso, uma de suas filhas é bissexual e vivencia um relacionamento lésbico.

A série, disponível na Amazon, estreou em 2014 e vem ganhando visibilidade e ótimas críticas, mostrando a vida de uma forma próxima à realidade. Além disso, a série também se preocupa em empregar atores e atrizes trans em papéis secundários.

2. "Looking"

A série
Divulgação
A série "Looking" retrata a vida de três amigos gays com seus conflitos do cotidiano


Apesar de ter sido cancelada, "Looking" é um grande retrato da comunidade gay e das situações do cotidiano. A série conta a história de três amigos gays de São Francisco, interpretados por Jonathan Groff, Frankie J. Alvarez e Murray Bartlett.

São duas temporadas e um filme para encerrar, disponíveis no HBO On Demand e HBO Go.

3. "Queer Eye"

Divulgação
"Queer Eye" apresenta como o relacionamento entre homens gays e héteros pode ser saudável


Reality show vencedor do Emmy, "Queer Eye" ganhou uma versão repaginada com cinco novos conselheiros fabulosos. Eles assumem o controle dos estilos de vida de “homens em apuros” e dão conselhos sobre moda, gastronomia, cultura e design. Cada um tem uma especialidade: Bobby Berk (Design), Karamo Brown (Cultura), Tan France (Moda), Antoni Porowski (Gastronomia) e Jonathan van Ness (Aparência).

A série está disponível no Netflix e pode servir como um novo olhar para o relacionamento entre homens gays e héteros.

4. "The Fosters"

Divulgação
"The Fosters" apresenta uma família incomum, mas como qualquer outra, com duas mães e filhos adotivos


"The Fosters" retrata a vida de uma família composta por duas mães e cinco filhos, biológicos ou adotivos. O seriado já apresentou uma cena de beijo entre dois jovens de 13 anos. Estreou em 2013 e está disponível no Netflix.

No início de 2018, foi anunciado que a série chegará ao seu fim após a quinta temporada, mas ganhará um spin-off focando na vida de duas das filhas adotadas.

5. "How to Get Away with Murder"

Divulgação
"How to Get Away with Murder" virou um hit e é aclamado pela crítica, com Viola Davis no elenco

Em "How to Get Away with Murder", um grupo de estudantes de direito e uma professora brilhante de defesa criminal, interpretada por Viola Davis, são envolvidos em um assassinato que promete mudar suas vidas. Produzida por Shonda Rhimes e disponível no Netflix, a série apresenta a homossexualidade através de personagens como Connor Walsh, um dos alunos, que tem um namorado, além do próprio fato de Viola ser bissexual.

A produção tem três temporadas disponíveis no Netflix. 

Leia também: 10 filmes e séries com temática LGBT para assistir na Netflix

6. "Unbreakable Kimmy Schmidt"

Em
Divulgação
Em "Unbreakable Kimmy Schmidt", Kimmy vive com seu amigo que se interessa pelo mesmo sexo


"Unbreakable Kimmy Schmidt" gira em torno de Kimmy, uma mulher que foi sequestrada e aprisionada em um bunker durante 15 anos, interpretada por Ellie Kemper. Após ser resgatada, ela recomeça a vida em Nova York com um colega de quarto gay, Titus, que rouba a cena e ganha um retrato de sua vida nos episódios.

A série também está disponível no Netflix.

7. "Orphan Black"

Divulgação
"Orphan Black" é uma série aclamada, trazendo mulheres clones, incluindo uma lésbica


Provavelmente você já ouviu falar de "Orphan Black". A série é um fenômeno e retrata uma mulher que descobre que, na verdade, é um clone. Ela descobre também que existem muitas outras mulheres na mesma situação, toda interpretadas por Tatiana Maslany. Nessa história de clonagem, surge a personagem Cosima, que tem uma namorada francesa.

Disponível no Netflix, pode ser que você queira entender do que todos estão falando.

8. "Please Like Me"

A série
Divulgação
A série "Please Like Me" gira em torno de um personagem gay, que se descobre após terminar com a namorada


"Please Like Me" é uma comédia aparentemente leve, mas que consegue tratar sobre assuntos mais aprofundados. O seriado, que está disponível no catálogo do Netflix, apresenta um personagem queer e seu cotidiano na Austrália. Josh é gay e precisa lidar com as inseguranças da sexualidade após terminar com a ex-namorada logo no primeiro episódio.

9. "Skins"

Na série
Divulgação
Na série "Skins", diversos assuntos polêmicos foram abordados, mas teve seu cancelamento anunciado em 2012

Drama que acompanha as vidas de um grupo de adolescentes em Bristol, na Inglaterra, pelos dois últimos anos do ensino médio, "Skins" mostra os conflitos da sexualidade, além de abuso de drogas e transtornos mentais.

Com cenas polêmicas, a série foi considerada imprópria para menores de 18 anos e encerrada em 2012. Desde 2016, há o rumor de que retorne, mas, por enquanto, voce pode conferir no Netflix.

Leia também: Relembre 6 cenas de séries, filmes e novelas com conteúdo LGBT marcantes de 2017

10. "Grace and Frankie"

Os maridos de Grace e Frankie pedem divórcio para poderem ficarem juntos, em um relacionamento gay
Divulgação
Os maridos de Grace e Frankie pedem divórcio para poderem ficarem juntos, em um relacionamento gay


Em um drama cômico, Grace e Frankie eram mulheres casadas, até seus maridos pedirem o divórcio para se casarem um com o outro, assumindo serem gays. Grace e Frankie são forçadas a viverem juntas, formando assim uma amizade excêntrica.

A série é produção do Netflix e apresenta conflitos da terceira idade. Lily Tomlin, que interpreta Frankie, também é conhecida por seu ativismo LGBT.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.