Tamanho do texto

O carnaval é a melhor oportunidade para lacrar com momentos icônicos. Confira a lista de pisões da comunidade LGBT que marcaram a festa em 2018

Para seguir o carnaval com muito glamour e sucesso, o jeito é lacrar nas festas. Em 2018, o que não faltou no carnaval gay foram baphos. Os momentos lacradores deram o que falar, com a presença de divas célebres e fantasias icônicas.

Leia também: Saiba quais são os principais Blocos de Carnaval LGBT de São Paulo

Quer saber quem lacrou no carnaval gay e LGBT 2018? Confira 5 de muitos momentos que serão eternizados:

1. Estreia de Pablo Vittar na Sapucaí

Pablo Vittar virou um ícone do carnaval gay e arrasou como destaque no desfile da Beija-Flor
Gabriel Monteiro/RioTur
Pablo Vittar virou um ícone do carnaval gay e arrasou como destaque no desfile da Beija-Flor


A drag queen teve um ano de grande sucesso em 2017, já chegou com tudo em 2018 e por isso abre a lista de destaques LGBT da folia. Pablo arrasou como destaque em um dos carros da Beija-Flor, escola de samba que empolgou a galera no segundo dia de desfiles do Grupo Especial do Rio de Janeiro. Foi a estreia da cantora na avenida, que sambou muito com uma fantasia transparente e fio-dental

2. Fantasias de Pablo Vittar

A drag queen Pabllo Vittar não economizou em looks bem elaborados para brilhar no carnaval
Reprodução/Instagram/pabllovittar
A drag queen Pabllo Vittar não economizou em looks bem elaborados para brilhar no carnaval

Antes de chamar a atenção na Sapucaí, Pablo já tinha sido atração do carnaval 2018 ao mostrar muita criatividade para variar nas fantasias na folia. Os looks da drag deram o que falar! Ela sambou vestida de Lady Gaga, Xuxa, Lady Gaga, Jessie, da Equipe Rocket de Pokémon e Kill Bill. Lacre total!

3. A diva LGBT Gretchen brilhando no bloco Agrada Gregos

No carnaval gay, não poderia faltar a diva insubstituível Gretchen, também conhecida como rainha dos memes e da internet
Reprodução/Instagram/mariagretchen
No carnaval gay, não poderia faltar a diva insubstituível Gretchen, também conhecida como rainha dos memes e da internet


A insubstituível Gretchen foi escolhida para ser rainha do bloco Agrada Gregos, no Ibirapuera. E não poderia faltar referência aos memes da comunidade LGBT nas redes sociais. “Eu sou a rainha da internet”, afirmou a atriz e cantora em cima do trio. Recentemente, ela foi estrela do clipe de “Swish Swish” de Katy Perry, outra diva.

4. A volta do Rouge

A post shared by Grupo Rouge (@oficialrouge) on


A banda que marcou a vida dos brasileiros e nos deixou de coração partido com seu término fez um retorno emblemático no carnaval 2018:. No domingo (11), as Spice Girls brasileiras cantaram, no bloco Chá do Rouge, seus hits atemporais, junto do mais novo “Bailando”. Elas lotaram a 23 de Maio junto de outros grandes blocos, como o Desmanche e o Domingo Ela Não Vai, reunindo 1,2 milhão de pessoas no domingo (11), segundo a Prefeitura de São Paulo. Para entrar ainda mais no clima LGBT, elas vestiram as cores do arco-íris, cada uma com uma cor diferente. 

Leia também: Fantasias de carnaval para gays: confira 6 ideias criativas

5. Os sambódromos repletos das cores da diversidade


Neste ano, os sambódromos foram marcados por suas homenagens à comunidade LGBT. Em São Paulo, a bateria da Mocidade Camisa Verde e Branco teve Camila Prins, uma mulher trans, como rainha. A Império de Casa Verde também trouxe à avenida cores da diversidade com a sua ala LGBT.

Já no Rio, quem marcou a Sapucaí na primeira noite de desfiles do Grupo Especial foi Silvero Pereira, o Nonato de "A Força do Querer", que desfilou montado de drag na Mocidade Independente de Padre Miguel.

No sambódromo, Silvero Pereira brilhou montado de drag no Rio de Janeiro
Reprodução/Instagram/silveropereira
No sambódromo, Silvero Pereira brilhou montado de drag no Rio de Janeiro


No segundo dia de desfiles do grupo especial, a Salgueiro contou com uma musa trans. Kamilla Carvalho estreou como destaque da escola e veio no chão, sambando à frente de uma das alas da escola carioca. 

Kamilla Carvalho em ensaio antes do carnaval e na avenida, como destaque do Salgueiro
Reprodução/Instagram/@kcarvalho
Kamilla Carvalho em ensaio antes do carnaval e na avenida, como destaque do Salgueiro


Leia mais: Carnaval gay: musas trans e alas LGBT marcam presença nos sambódromos em 2018

6. Encontro de divas: Mulher Pepita com Mc Loma e as Gêmeas Lacração pisaram em São Paulo










Em 2018, o bloco Minhoqueens, conhecido por homenagear as drag queens, chamou a Mulher Pepita, fenômeno das redes sociais, e Mc Loma, dona do grande hit “Envolvimento”, para agitar o público. Elas sambaram no sábado (10) na Praça da República e lacraram o carnaval gay com um grande público, reunindo cerca de 100 mil pessoas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.