Tamanho do texto

Conhecida por ter uma forte influência LGBT, a cidade Colônia tem uma série de programas para todos os gostos; veja o que fazer lá

Uma das cidades mais descoladas da Alemanha, Colônia abriga uma das maiores comunidades homossexuais da Europa. Segundo o Centro de Turismo Alemão (DZT), estatísticas oficiais do município mostram que um a cada dez habitantes sente atração por pessoas do mesmo sexo. Por causa da influência de pessoas LGBT, a cidade é conhecida como “capital gay da Alemanha” e um ótimo destino para as férias. 

Leia também: 5 melhores destinos para casais LGBT curtirem uma viagem romântica

Colônia, na Alemanha, é um destino que oferece muitos programas para a comunidade LGBT
Divulgação
Colônia, na Alemanha, é um destino que oferece muitos programas para a comunidade LGBT

É em Colônia que acontece uma das maiores paradas LGBT da Europa: a Cologne Pride (CSD), realizada desde 1991 na primeira quinzena de julho. Classificado como protesto, o evento é como uma festa com suas cores e clima de positividade, e durante a parada a cidade brilha com as cores do arco-íris e fica ainda mais vibrante com os vários eventos paralelos promovidos para celebrar o orgulho de ser LGBT.

Leia também: 73% dos LGBT brasileiros já testemunharam homofobia no trabalho

E o fim de ano também é muito especial graças ao Christmas Avenue – mercado de Natal direcionado à comunidade gay, localizado na passagem entre as ruas Schaafenstrasse e Rudolfplatz.

É em Colônia que acontece uma das maiores paradas LGBT da Europa: a Cologne Pride
Divulgação
É em Colônia que acontece uma das maiores paradas LGBT da Europa: a Cologne Pride

Passeios LGBT

Existem lugares espalhados pela cidade essenciais para conhecer o universo LGBT. Um dos mais importantes é o Triângulo das Bermudas, formado pela região entre Neumarkt, Zülpicher Platz e Rudolfplatz.  Os bares ficam próximos à Schaafenstrasse, enquanto as ruas Mittelstrasse, Pfeilstrasse e Ehrenstrasse são as preferidas para compras.

Colônia é conhecida como como “capital gay da Alemanha” e possui uma forte influência LGBT
Divulgação
Colônia é conhecida como como “capital gay da Alemanha” e possui uma forte influência LGBT

O Triângulo das Bermudas também é um local muito procurado pelos baladeiros. Um dos bares mais antigos e conhecidos é o ExCorner, com mais de 20 anos de história. Outros muito populares são Deck 5, Maxbar, Cox-Cologne, Iron, Amadeus e Baustelle4u. Com intensa agenda de eventos, a comunidade gay também é famosa pelas festas que promove, como a Röschensitzung e a Jeck op Deck. 

 É no centro da cidade, na Praça Heinrich-Böll, próximo da ponte Hohenzollern, que fica o Pink Triangle, um memorial dedicado a gays e lésbicas que foram vítimas dos nazistas.

Localizado na Markmannsgasse, o Cold Corner é um memorial criado pelo artista Tom Fecht em homenagem às pessoas que morreram em decorrência da AIDS. Já na Cidade Velha, a Praça Heumarkt acolhe a concentração da Cologne Pride e também é conhecida como o centro da cena fetichista local. Não deixe de visitar!

Cerveja e perfume

Apesar da influência LGBT, a cidade também tem outros aspectos que atraem turistas, como as cervejas Kölsch, bebida típica da região. Existem 27 marcas da bebida e, segundo uma convenção de 1985, apenas cervejas fabricadas na cidade e arredores podem ser chamadas de Kölsch. O ideal é apreciar esta cerveja altamente fermentada em uma das muitas fábricas locais.

Leia também: Alemanha tem o primeiro registro de adoção por um casal gay

Outro símbolo da cidade é a Eau de Cologne, conhecida no Brasil como ‘Água de Colônia’. Em 1709, o perfumista italiano Johann Maria Farina criou a primeira água perfumada e a chamou de Eau de Cologne, em homenagem à cidade. Para saber mais sobre a história dos perfumes, os turistas podem visitar a 4711 House e o Farina Fragrance Museum.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.