Tamanho do texto

Não é fácil falar sobre a própria sexualidade e contar aos outros que você é bissexual, mas algumas dicas podem deixar o processo um pouco mais fácil

Assumir-se como bissexual é totalmente diferente de se assumir como homossexual. Ao contrário de homens gays e mulheres lésbicas, que os parceiros já sabem qual a orientação sexual deles, os bissexuais muits vezes precisam expor suas opções todas as vezes que estiverem começando um relacionamento.  Isso pode gerar uma insegurança e medo de não ser aceito pelas pessoas a cada vez que você conta a verdade.

Leia também: Qual é a importância de se assumir gay, lésbica ou bi publicamente?

Assumir-se como bissexual pode ser um pouco mais fácil com algumas dicas
shutterstock
Assumir-se como bissexual pode ser um pouco mais fácil com algumas dicas

Se você for bissexual e estiver pensando em como contar para outras pessoas sobre sua sexualidade, nós selecionamos algumas dicas para tornar o processo de se assumir bi um pouco mais fácil:

1. Fale primeiro com as pessoas que você confia

via GIPHY

Não é fácil se assumir para todos de uma vez. Então que tal contar para pessoas que você confia que você é bi antes de contar para todo mundo? Pode ser sua mãe, seus amigos, seus primos ou outra pessoa próxima que você sabe que não vai te julgar. Eles podem te apoiar e te passar segurança na hora de contar para outras pessoas.

2. Não se sinta obrigado a responder

via GIPHY

“Você acha que vai se casar com um homem ou com uma mulher?” “Você acha que isso é só uma fase?”. Você pode responder as perguntas que quiser, mas não se sinta obrigado a isso! Assumir sua sexualidade não significa ter que esclarecer tudo sobre sua vida. Além disso, responder “eu não sei” também é completamente aceitável. Você não precisa estar 100% seguro de sua sexualidade e não tem problema! A jornada para entender a própria sexualidade pode ser longa e cabe a você decidir a hora de falar com as pessoas.

3. Não deixe as dúvidas de outras pessoas afetarem você

via GIPHY

Algumas pessoas questionarão sua sexualidade e não acreditarão em você. Não importa o que eles pensem ou digam, lembre que a sexualidade é sua, e não deles.

Leia também: Veja cinco coisas que não te fazem ser menos bi ou queer

4. Não se sinta obrigado a provar sua sexualidade

via GIPHY

Assim que você assumir que é bi, as pessoas vão ficar te perguntando com quantos homens e com quantas mulheres você já se envolveu romanticamente em sua vida. Mas você não precisa provar nada! Você sabe por quais pessoas sente atração e é isso que importa. Se você se sente atraído por dois ou mais gêneros, já pode se identificar como bi.

5. Não tem problema se envolver mais com pessoas de um sexo

via GIPHY

Você não precisa gostar exatamente 50% de homens e 50% de mulheres para se identificar como bissexual. Sexualidade não é uma ciência exata e está tudo bem sentir mais atração por um dos sexos. Isso não te torna menos bissexual.

6. Sua sexualidade pode variar

via GIPHY

Sua sexualidade pode - e muito provavelmente - vai mudar durante sua vida. Você não deve se sentir pressionado a se encaixar em rótulo que te defina. Em um momento você pode se sentir atrair atraído por um gênero e, depois, isso pode mudar. Não tente se encaixar em padrões pré-estabelecidos. 

7. Você pode recusar convites para sexo a três

via GIPHY

Quando você assume que é bi podem aparecer convites de pessoas para fazer sexo a três com outros casais. Afinal, você gosta dos dois sexos e então é claro que vai adorar a ideia, certo? Não necessariamente. Isso depende de seu desejo. Você não deve se sentir pressionado a fazer algo porque as pessoas esperam que você faça. Só faça o que você tiver vontade e esclareça que não é porque você é bi que topa tudo.

Leia também: Muçulmanos aceitam mais homossexualidade do que evangélicos, diz pesquisa

8. Você não precisa terminar um relacionamento 

via GIPHY

Não é porque você é bi que você deve sempre se envolver com pessoas de sexos diferentes para manter a sua sexualidade. Pessoas bissexuais não se tornam heterossexuais ou homossexuais baseados no sexo da pessoa com quem eles estão em um relacionamento. Estar em um relacionamento não faz as pessoas pararem de sentir atração por outras pessoas. Você pode se casar com uma pessoa, ficar juntos até envelhecer, e ainda assim se identificar como bi.

9. Você não precisa se assumir para todos

via GIPHY

Se você estiver em um relacionamento com uma pessoa de outro sexo, é muito provável que as pessoas simplesmente assumam que você é heterossexual. E cabe a você decidir esclarecer ou não as coisas. Se você se sentir confortável em contar que é bissexual, bom para você! Mas você não precisa se assumir para todos a sua volta para provar que sua sexualidade é real. Às vezes, seu chefe ou sua avó conservadora simplesmente não precisam saber tudo sobre sua vida e sobre as pessoas por quem você sente atração.

10. Saiba que você não está sozinho

via GIPHY

Durante o processo de conhecer sua sexualidade e se descobrir bissexual, pode até parecer que você está sozinho e que ninguém consegue te entender, mas calma! Outras pessoas já passaram pelo o que você está passando e podem te ajudar a lidar com a situação. Lembre-se sempre de que você não está sozinho!

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.