Tamanho do texto

Fazer eventos para os estudantes LGBT e mostrar seu orgulho em ser quem é são formas de tornar a escola um ambiente melhor para os colegas LGBT

O período escolar pode ser complicado e, sem dúvidas, fica ainda mais difícil se você for uma pessoa gay, lésbica, bissexual ou transgênero. Ainda assim, os próprios alunos podem se unir para lutar contra o bullying, a opressão e a intolerância que enfrentam dia após dia, transformando a escola em um ambiente mais amigável para os estudantes LGBT. 

Leia também: Estudantes fazem ato de apoio a amigo repreendido por usar batom no colégio

Com essas medidas, os alunos LGBT poderão se unir dentro da escola
shutterstock
Com essas medidas, os alunos LGBT poderão se unir dentro da escola

Ao veículo norte-americano “Pride”, Ana Valens, uma mulher transgênero, dá algumas dicas de como transformar a escola em um ambiente mais amigável para essas pessoas:

1. Organize um encontro

Existe uma forma mais legal de conhecer os outros estudantes LGBT do que em um evento só para vocês? Pode ser um churrasco, uma festa e até mesmo um piquenique. Desta forma, você pode fazer novas amizades e ter um apoio quando você precisar.

2. Comece um coletivo

Os coletivos são uma forma de os alunos LGBT se unirem e discutirem assuntos que são importantes para eles, como a questão da militância e da luta contra a opressão. Por meio do coletivo, você vai se unir a outros estudantes e saber que tem aliados.

3. Discuta o assunto

Durante as discussões em sala de aula, tente falar sobre questões que também envolvem pessoas LGBT. Esta é uma forma de abrir os olhos das outras pessoas sobre o assunto e ajudá-las a se manter informadas.

Leia também: Pais de estudante processam colégio por filho dividir vestiário com garoto trans

4. Esteja lá para seus amigos

O colégio pode ser um ambiente bem difícil de frequentar se você for LGBT e, por isso, é importante contar com os amigos para passar pelos momentos mais duros. Mostrar que você está ali para ajudá-los quando eles precisarem fará com que eles se sintam mais seguros.

5. Sugira autores LGBT

Você anda lendo muitos livros de autores heterossexuais e cisgêneros? Então por que não sugerir ao seu professor de literatura que inclua bibliografias de autores LGBT? Isso pode ajudar a trazer a discussão sobre gênero e sexualidade para dentro da sala de aula.

6. Não tenha medo de falar

Você viu algo acontecendo que deixou alguém desconfortável? Não tenha medo de falar com um amigo, professor ou adulto em quem você confie. Você tem todo o direito de falar e lutar contra as agressões que acontecem no ambiente escolar.

7. Mostre o seu orgulho

Use objetos com a bandeira LGBT e mostre para todos que você tem orgulho de ser quem é. Você tem todo o direito de fazer isso! E, quem sabe, isso não inspira outras pessoas a fazerem o mesmo?

Leia também: 30% dos americanos sentem-se desconfortáveis em situações com LGBT

8. Seja você mesmo

Não tem nada mais importante do que ser quem você realmente é! Aja como quiser agir, use as roupas que quiser usar e seja amigo de quem tiver vontade, afinal, você está na escola e tem que aproveitar o melhor disso!

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.