Tamanho do texto

"Estamos tão chateadas que não temos memórias felizes da nossa lua de mel, nunca vamos nos recuperar disso", diz Emma sobre os ataques lesbofóbicos

As britânicas Emma Morris, 27 anos, e Jo, 31 anos, se casaram na Inglaterra e foram aproveitar a lua de mel em um hotel cinco estrelas do México. Elas estavam preparadas para viverem bom momentos uma ao lado da outra. No entanto, elas foram recebidas com uma série de ataques de lesbofobia que estragaram a viagem.

Leia também: Nutricionista faz protesto contra lesbofobia em baile de formatura

Casal britânico sofre série de ataques de lesbofobia durante viagem de lua de mel no México
Reprodução
Casal britânico sofre série de ataques de lesbofobia durante viagem de lua de mel no México

Em entrevista ao site “Mail One”, Emma conta que lesbofobia partiu da equipe de funcionários do hotel após eles descobrirem que elas não eram amigas e, sim, um casal. Ela afirma que a equipe as ofendeu, se recusou a atendê-las e se recusou a limpar a varanda do quarto que o casal estava hospedado.  

“Os primeiros dois dias foram bons, mas Jo usou a frase ‘minha esposa’ quando se referiu a mim aos funcionários do hotel e tudo mudou”, conta. “Nós fomos ignoradas no restaurante e não fomos autorizadas a receber a bebida que pedimos”, continua.

Leia também: Artista recria personagens da Disney como se fossem pessoas transexuais

Emma diz que elas chamaram vários funcionários, foram até o bar, mas não eram atendidas nunca. “Uma mesa que chegou depois de nós recebeu a bebida primeiro”, conta. “Minha esposa teve que ir até o bar para pedir as bebidas, mas, muitas vezes, disseram que ela deveria ficar sentada e esperar para ser servida. Isso aconteceu no café da manhã, no almoço e no jantar”, revela.  

Emma afirma que o atendimento ficou cada vez pior ao longo dos dias e que os ataques continuaram, mas, desta vez, foram mais diretos. Ela diz que alguns funcionários chegaram a falar palavras de ódio a ela e a esposa e também deixaram um copo de vidro quebrado na sacada do quarto – se recusando a limpar.  

"Estamos tão chateadas que não temos memórias felizes da nossa lua de mel, nunca vamos nos recuperar disso", lamenta.

Leia também: Instagram dedicado a fotos de pais gays com filhos faz sucesso

O outro lado

Uma porta-voz do hotel se pronunciou sobre o caso de lesbofobia. “Estamos sempre preocupados em ouvir relatos como esses e estamos investigando as alegações que a Sra Morris fez sobre o hotel. Nós entraremos em contato com ela assim que tivermos uma atualização do caso e esperamos resolver isso da melhor forma”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.