Tamanho do texto

Alguns casais homoafetivos se destacaram entre os demais e ainda estão na memória do público brasileiro; veja os mais marcantes

Mostrar casais homossexuais na televisão é uma forma de representar a realidade de muitos brasileiros que vivem um romance homoafetivo . Atualmente, várias novelas exibem casais de pessoas do mesmo sexo, mas muitos personagens já enfretaram preconceito e até tiveram a trama modificada para evitar mais críticas negativas por parte do público. 

Leia também: “A Força do Querer” e a importância de falar sobre os transgêneros

Alguns deles ficaram realmente gravados na nossa memória. Veja quais são os casais homossexuais que fizeram história nas novelas brasileiras e são lembrados até hoje:

1. Laís (Cristina Prochaska) e Cecília (Lala Deheinzelin) - Vale Tudo

Em Vale Tudo, as duas andavam de mãos dadas pelas ruas e moravam juntas
Reprodução/Globo
Em Vale Tudo, as duas andavam de mãos dadas pelas ruas e moravam juntas

Ao contrário do que se pode pensar, já havia um casal representado os homossexuais ainda na década de 80 nas telinhas, como na novela da Rede Globo "Vale Tudo". Na trama de 1988, Laís (Cristina Prochaska) e Cecília (Lala Deheinzelin) andavam de mãos dadas pelas ruas e moravam juntas. Isso foi um grande marco para a televisão que até discutiu a questão da herança em caso de morte de um dos parceiros homossexuais.

2. Sandrinho (André Gonçalves) e Jefferson (Lui Mendes) - A Próxima Vítima

Sandrinho e Jefferson) viviam um romance secreto em
Reprodução
Sandrinho e Jefferson) viviam um romance secreto em "A Próxima Vítima"

Em 1995, era a vez de um casal de homens chamar atenção do público. Em “A Próxima Vítima”, Sandrinho (André Gonçalves) e Jefferson (Lui Mendes) viviam um romance secreto e não eram assumidos para a família. Depois de um tempo, Sandrinho se sentiu seguro e contou a verdade à mãe, que já desconfiava da relação entre os dois. Por interpretar um personagem gay, André Gonçalves chegou a ser agredido na rua na época da exibição da novela.

3. Leila (Silvia Pfeifer) e Rafaela (Christiane Torloni) - Torre de Babel

Por problemas com o público, as duas morreram em uma explosão em um shopping
Reprodução/Globo
Por problemas com o público, as duas morreram em uma explosão em um shopping

Leila (Silvia Pfeifer) e Rafaela (Christiane Torloni) eram um casal muito bem sucedido na novela “Torre de Babel”, exibida em 1998. Desde o início, estava previsto que Rafaela morreria e Leia se aproximaria de sua amiga Marta (Glória Menezes), mas a ideia do romance não agradou o público e as duas morreram juntas em uma explosão em um shopping.

Em 2014, as personagens foram homenageadas na novela “Alto Astral”. Na cena, personagens vividas pelas mesmas atrizes estavam em um shopping em que teve uma explosão mas, diferentemente da primeira vez, elas conseguiram sair de lá com vida.

4. Rafaela (Alinne Moraes) e Clara (Paula Picarelli) - Mulheres Apaixonadas

Rafaela e Clara ainda são um dos casais mais lembrados pelo público
Divulgação
Rafaela e Clara ainda são um dos casais mais lembrados pelo público

Exibida em 2003, a novela “Mulheres Apaixonadas” teve momentos marcantes protagonizados pelas adolescentes homossexuais Rafaela e Clara, vividas, respectivamente por Paula Picarelli e Alinne Moraes. No último capítulo, rolou até um selinho entre as duas amantes, um grande marco para a época. O casal foi marcante por mostrar o amor homoafetivo ainda na adolescência.

5. Jennifer (Bárbara Borges) e Eleonora (Mylla Christie) - Senhora do Destino

Apesar de casarem e adotarem um filho, as personagens não se beijaram durante a trama
Divulgação/TV Globo
Apesar de casarem e adotarem um filho, as personagens não se beijaram durante a trama

Jennifer (Bárbara Borges) e Eleonora (Mylla Christie) formavam um casal bem querido pelos telespectadores de “Senhora do Destino”, exibida em 2004.  Elas foram importantes para mostrar que é casais homossexuais também são capazes de casar  e criar um filho, já que as duas adotaram uma criança no final da novela. Apesar disso, não teve nenhuma cena com beijo das amantes.

Leia também: Cena de sexo gay em série é considerada uma das mais explícitas já feitas

6. Junior (Bruno Gagliasso) e Zeca (Erom Cordeiro) - América

O beijo de Junior (Bruno Gagliasso) e Zeca (Erom Cordeiro) em 'América' chegou as ser gravado mas não foi ao ar
Reprodução
O beijo de Junior (Bruno Gagliasso) e Zeca (Erom Cordeiro) em 'América' chegou as ser gravado mas não foi ao ar

Em América, exibida em 2005, o casal querido pelo público era o Junior e o Zeca, interpretados por Bruno Gagliasso e Erom Cordeiro. Mesmo sendo um casal aceito pela audiência, a Rede Globo vetou a exibição do beijo entre os dois no último capítulo - apesar de a cena ter sido gravada e ser esperada pelos telespectadores. 

7. Marcela (Luciana Vendramini) e Marina (Gisele Tigre) - Amor e Revolução

O beijo durou 40 segundos e foi suficiente para tornar a cena histórica
Reprodução/SBT
O beijo durou 40 segundos e foi suficiente para tornar a cena histórica

A novela “Amor e Revolução” do SBT, exibida em 2011, mostrou o primeiro beijo entre pessoas do mesmo sexo na televisão aberta brasileira. Na cena, a médica Marcela (Luciana Vendramini) se declara à Marina (Giselle Tigre) e pede um beijo da amada. O beijo durou 40 segundos e foi suficiente para tornar a cena histórica.

8. Félix (Mateus Solano) e Niko (Thiago Fragoso) - Amor à Vida

Félix (Mateus Solano) e Niko (Thiago Fragoso) deram um beijo no último capítulo de 'Amor à Vida'
Divulgação/TV Globo
Félix (Mateus Solano) e Niko (Thiago Fragoso) deram um beijo no último capítulo de 'Amor à Vida'

Mesmo Félix (Mateus Solano) sendo um vilão em "Amor à Vida", ele foi ganhando o carinho da audiência por causa de seu carisma e sua história de amor com Niko (Thiago Fragoso). A novela foi exibida em 2013 e os personagens ainda são muito lembrados pelos brasileiros que torceram muito para que Félix finalmente tivesse o seu final feliz ao lado de seu parceiro.

9. Clara (Giovanna Antonelli) e Marina (Tainá Müller) - Em Família

Clara assumiu a sua sexualidade para viver um romance com Marina na novela
Reprodução
Clara assumiu a sua sexualidade para viver um romance com Marina na novela "Em Família"

Em 2014, na novela "Em família", que sucedeu "Amor à Vida", duas personagens mulheres chamaram muita atenção por seu relacionamento improvável. Clara, personagem de Giovanna Antonelli, e Marina, vivida por Tainá Müller, viviam um romance. No começo, Clara ainda não era assumida e era casada com o personagem vivido por Reinaldo Gianecchini, mas percebeu que estava apaixonada por Marina e as duas se casaram no final da trama.

Leia também: 7 atores transgêneros que estão fazendo sucesso na mídia

10. Teresa (Fernanda Montenegro) e Estela (Nathalia Timberg) - Babilônia

O beijo delas logo no primeiro capítulo causou muita polêmica
Reprodução/TV Globo
O beijo delas logo no primeiro capítulo causou muita polêmica

Em 2015, uma outra novela da Globo mostrou que não há limite de idade para casais que se amam. Na trama de "Babilônia", Teresa, interpretada por Fernanda Montenegro, e Estela, vivida por Nathalia Timberg, eram duas idosas que viviam um romance lésbico. O beijo delas logo no primeiro capítulo causou muita polêmica, especialmente pela idade das personagens. Ter duas atrizes renomadas interpretando um casal de lésbicas teve uma grande importância para a representatividade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.