Tamanho do texto

Artista Cass Clemmer publicou uma foto com a calça manchada de sangue de menstruação para mostrar que não são apenas mulheres que menstruam

Menstruação não é apenas realidade das mulheres e um artista estadunidense mostrou isso em uma publicação no Facebook. Como pessoa trans , Cass Clemmer não se identifica como mulher e mesmo assim continua menstruando. Para falar abertamente sobre o assunto e sem tabu, Cass postou uma foto em que mostra a calça manchada com sangue de menstruação.

Leia também: Universidades dos EUA colocam absorventes em banheiros masculinos

Na foto, Cass mostra a calça manchada com sangue de menstruação
Reprodução/Facebook/Toni the Tampon
Na foto, Cass mostra a calça manchada com sangue de menstruação

Cass criou o personagem “Toni the Tampon” (Toni, o absorvente) para ajudar a divulgar informações sobre menstruação de uma maneira divertida e criativa. Na página do personagem no Facebook, Cass compartilhou uma foto de sua menstruação  acompanhada de um longo texto no qual ele explica como é menstruar sendo transgênero em forma de poema. 

Leia também: “Eu acho que a cólica menstrual é um mito”, diz, obviamente, um homem

“Todos disseram que meus quadris cresceriam, olhei para eles e não conseguia parar de chorar. ‘O que há de errado com você? Você será uma mulher’. Eles celebravam a morte de uma criança”, dizia parte do texto de Cass. 

Espaço para falar sobre menstruação de homens trans

O texto está atraindo a atenção nas redes sociais e em um papo com o iGay, Cass dá mais detalhes sobre a publicação. “Quando comecei a trabalhar no ativismo de saúde menstrual, percebi que havia poucos espaços em que eu poderia discutir o meu fluxo menstrual sendo trans”, afirma. “Lembro-me de perceber que meus amigos e entes queridos nunca pensaram sobre o que significa para pessoas trans, não-binárias e/ou intersexuais ter que lidar com o sangramento todo mês”. 

Para Cass, o período do mês em que menstrua é extremamente difícil por ter que lidar com as mudanças do corpo, como o inchaço nos seios. “A maioria das pessoas lidam com sangue e absorvente e, no entanto, meu corpo me obriga a me render. Porque toda vez que eu tenho meu ciclo, mais um dia eu escondo meu gênero”. 


Além disso, a socidade usa isso como motivo para questionar sua identidade de gênero. Como um homem pode menstruar? Ou como alguém que usa um gênero para se definir pode menstruar?

Menstruação é só para mulheres?

Mesmo sendo um tema assustador, Cass decidiu publicar a história para ajudar a mudar a mente das pessoas sobre períodos menstruais. “Nem todas as pessoas que menstruam são mulheres, e nem todas as mulheres menstruam”, comenta. 

De acordo com Cass, quando presumimos que apenas mulheres e meninas menstruam, apagamos as identidades e experiências de uma comunidade já marginalizada de pessoas que menstruam mas que não se identificam como sendo do gênero feminino.

"Há barreiras muito específicas que enfrentamos, incluindo a segurança em banheiros, acesso a produtos íntimos, disforia de gênero e a linguagem com gênero que as pessoas usam para descrever produtos relacionados à menstruação, como 'produtos de higiene feminina'."

Leia também: Prática de sexo oral menstruada vira caso de divórcio e vai parar na Justiça

Por meio do ativismo e abordando temas como a menstruação, Cass pretende mudar a mentalidade da sociedade. "Espero aumentar a consciencialização sobre essas barreiras para que possamos tomar medidas que criem uma cultura mais inclusiva e segura para pessoas de todos os gêneros que menstruam", diz. 

    Leia tudo sobre: facebook
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.