Tamanho do texto

Conseguir ter encontros por meio de aplicativos ou ser "gay demais" estão entre as dificuldades que os homens gays enfrentam

Fazer parte da comunidade LGBT é encontrar dificuldades quase que diariamente para se aceitar e ser aceito pelas pessoas a sua volta. No caso dos homens gays, ser visto como “gay demais” ou “não-gay o suficiente” faz parte das dificuldades encontradas.

Leia também: O que heterossexuais não devem fazer quando o(a) amigo(a) se assumir

Homens gays enfrentam dificuldades apenas por serem quem são
shutterstock
Homens gays enfrentam dificuldades apenas por serem quem são

Conversamos com alguns homossexuais e eles listaram e detalharam as dificuldades enfrentadas por homens gays :

1. Ser considerado gay demais

O que significa ser “gay demais”? Dar “muita pinta”? Algumas pessoas podem achar engraçado zombar de homens que são considerados “afemidados”, mas essa é só mais uma forma de aumentar o preconceito que eles já sofrem diariamente apenas por terem coragem de agir como têm vontade.

Leia também: "Voz gay" faz candidatos serem recusados em processo seletivo para emprego

2. Não ser gay o suficiente 

Além do problema de ser “gay demais”, também existe a questão de não ser “gay o suficiente”. Apesar de não existir tipo certo de “personalidade gay”, muitas pessoas ainda acreditam que homens homossexuais precisam ser escandalosos e engraçados. Esse tipo de pensamento só ajuda a aumentar o estereótipo de que gays devem ser desta maneira para serem aceitos. 

3. Encontros

Ter encontros pode ser bem complicado se você for um homem gay. Nos aplicativos de relacionamento, é difícil saber se aquele homem está dizendo a verdade e se ele está buscando a mesmo coisa que você, seja um relacionamento sério ou apenas um caso de uma noite. Além disso, existe uma pressão para rolar sexo logo no primeiro encontro.

4. Precisar da aceitação de outros

Buscar aceitação das pessoas o tempo todo não é fácil. Pelo medo de sofrerem preconceito, alguns homens homossexuais ficam com a autoestima fragilizada e querem agradar as pessoas em sua volta o tempo todo. Por causa disso, muitos gays sentem uma pressão para melhorar a sua imagem e tentar agir de modo que outras pessoas esperam.

Leia também: Príncipe William é eleito “aliado heterossexual LGBT” do ano

5. Começar a fumar cigarros

Em uma pesquisa feita nos Estados Unidos pela organização “National LGBT Tobacco Control Network” foi visto que homens gays e bis têm mais chances de desenvolver um vício pelo cigarro do que a população em geral. De acordo com o estudo, a chance é de 50% a 200% a mais e é causado pelo estresse que os homossexuais sofrem. 


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.