Tamanho do texto

Atores e diretor comentam sobre cena de sexo gay em "American Gods"

Uma série norte-americana está causando muita polêmica. O último episódio de “American Gods” teve uma cena de sexo gay que foi considerada pela imprensa internacional uma das mais explícitas já mostradas na televisão. A cena foi estrelada pelos atores Omid Abtahi e Mousa Kraish.

Leia também: Clipes protagonizados por casais do mesmo sexo

Sexo gay foi mostrado de maneira explícita em
Reprodução/American Gods
Sexo gay foi mostrado de maneira explícita em "American Gods"

Juntos com o autor Bryan Fuller, os atores deram uma entrevista ao "Entertainment Weekly" para falar sobre os bastidores da cena. Omid explicou que ele já interpretou personagens homossexuais no passado. "Esta não é minha primeira cena de sexo gay . Eu sou um veterano deste gênero”, contou o ator. "A cena ficou um pouco mais fácil por conhecer Mousa há dez anos”.

O autor da série conta que os atores precisaram refilmar porque ele percebeu, como um homem gay, que a cena não correspondia à realidade. Ele cita posições que não conseguiriam ter penetração se fossem realizadas na vida real.

Leia também: 7 filmes e séries com temática LGBT para assistir no Netflix

Mousa conta que “entrou em forma” para filmar pela primeira vez, e dois meses depois, enquanto estava comendo um biscoito de chocolate, recebeu um e-mail de Brian dizendo que eles precisariam filmar novamente. "Ambas as vezes foram ótimas e assistir o produto final em seguida é tão bonito. É tão tocante e bonita, com os efeitos especiais e a música”, afirma o ator.

De acordo com Bryan, eles querem criar um relacionamento genuíno para os personagens. "Estamos tão inspirados por Mousa e Omid que começamos a criar mais histórias para eles para a segunda temporada. Se você é inspirado por atores, você quer ter certeza de que terá mais espaço para eles. Absolutamente, com estes dois, queremos que todos torçam para Salim e Jinn", diz Bryan.

Leia também: Como pais podem apoiar os filhos quando eles se assumem homossexuais?

A cena

O jovem Salim (Omid Abtahi), que acabou de se mudar para Nova York, pega um táxi dirigido por Jinn (Mousa Kraish). Eles conversam sobre suas vidas e sentem uma conexão. Logo depois, vão para um quarto de hotel, onde ocorre a polêmica cena do sexo gay. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.