Tamanho do texto

Para pessoas LGBT, assumir a própria sexualidade é algo muito importante, mas, muitas vezes, traz alguns problemas para a vida pessoal

Para quem é LGBT, assumir a própria sexualidade pode ser algo bem difícil de se fazer, especialmente se o ambiente onde ela vive tem pessoas incompreensivas e desrespeitosas. Entre os problemas enfrentados por elas nesses momentos está o fato de elas não saber com quem podem falar ou até mesmo a indecisão entre contar a verdade nas redes sociais ou presencialmente

Leia também: Qual é a importância de se assumir gay, lésbica ou bissexual publicamente?

Pessoas LGBT enfrentam muitos problemas quando decidem se assumir
shutterstock
Pessoas LGBT enfrentam muitos problemas quando decidem se assumir

Confira outros dez problemas enfrentados por pessoas LGBT quando elas decidem "sair do armário":

Quando cai a ficha

A pessoa passa tanto tempo pensando na própria sexualidade que demora para cair a ficha de que será preciso se assumir para outras pessoas. Mesmo que o processo de autoaceitação tenha sido tranquilo, o baque é tremendo.

Não saber com quem falar

Dependendo de onde a pessoa mora, pode ficar difícil encontrar outras pessoas que estejam passando pela mesma coisa e conversar quando há necessidade. A internet pode ser muito útil nessas horas, mas é preciso cuidado.

Ser forçado a se esconder

Nada dói mais do que precisar esconder a própria sexualidade, mas, às vezes, é preciso ter um tempo de preparação antes para criar coragem de se assumir. Quardar segredo é doloroso e pode até tirar a vontade de sair da cama pela manhã, mas talvez seja preciso dar passos lentos na hora de sair do armário.

Online ou offline?

É melhor se assumir de uma vez na internet para todo mundo ou falar presencialmente com cada um? Talvez um pouco dos dois? As redes sociais podem fazer uma bagunça na cabeça e complicar ainda mais as coisas.

Leia também: Como pais podem ajudar os filhos quando eles se assumem homossexuais?

Ter uma experiência ruim se assumindo

Você pode planejar exatamente como contar, mas, mesmo assim, talvez não aconteça como o esperado. Pessoas podem reagir mal e fazer comentários agressivos.

Perder amigos

Amigos são aquelas pessoas que ficam ao lado umas das outras o tempo todo, certo? É assim que deveria ser, mas não é sempre isso que acontece. Quando uma pessoa se assume LGBT, pode acontecer de os próprios amigos não aceitarem a revelação. Definitivamente, é um momento bastante doloroso, mas faz com que a pessoa valorize ainda mais quem realmente demonstra carinho e respeito.

Se assumir no trabalho

Cedo ou tarde, a pessoa se verá em um momento em que será necessário se assumir para os colegas de trabalho. Dependendo do local onde ela trabalha, pode ser ainda até mais difícil do que se assumir para a família.

Revelar aos parentes distantes

Contar para parentes mais próximos já pode ser bastante traumático, fazer o mesmo com primos, tios e avós pode tornar o momento ainda mais estressante.

Leia também: O que heterossexuais não devem fazer quando o(a) amigo(a) se assumir

Explicar ao seu parceiro

É comum que as pessoas se envolvam umas com as outras antes de contarem aos próprios pais sobre a sexualidade. Contanto que a comunicação entre os parceiros for constante, está tudo bem ter um relacionamento e ainda estar no processo de se assumir.

Aprender como seguir em frente

Se assumir pode ser doloroso, mas é possível escolher entre deixar os problemas para trás ou seguir em frente. Pode ser difícil no começo, mas, gradualmente, a pessoa pode seguir em frente e viver a vida que sempre quis.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.