Tamanho do texto

Estudante fez história ao ser o primeiro trans coroado “rei do baile” na escola

O estudante Alan Belmont fez história ao ser o primeiro homem transgênero a ser coroado “rei do baile” em sua escola no último fim de semana. Eleger um rei e rainha durante bailes é uma tradição em escolas dos Estados Unidos, e ele decidiu concorrer para dar exemplo a outros estudantes LGBT.

Leia também: Nutricionista faz protesto contra lesbofobia em baile de formatura

Estudante Alan com sua namorada durante o baile
Reprodução/Instagram
Estudante Alan com sua namorada durante o baile

"É preciso que haja uma primeira pessoa para que outras saibam que está tudo bem em concorrer, que eles estarão seguros e serão celebrados", disse o estudante ao canal norte-americano “Wish TV News”. “É bom e ruim ser a primeira pessoa, porque é ótimo que finalmente haja uma primeira pessoa, mas o fato de estar acontecendo tão tarde pode ser decepcionante.”

Campanha para premiação

Alan fez uma publicação no “Instagram” para pedir votos e explicar a importância de um garoto trans vencer a premiação . “Ser rei do baile significaria tanto não somente a mim, mas a cada menino, menina e criança não-binária por aí”, disse na legenda. “Eu acho que é hora de dar a nossos alunos trans um representante para olhar, e eu quero representá-los.”

Leia também: Aluna transsexual quebra tabus e é eleita rainha do baile na Carolina do Norte

I'm gonna be 110% raw and real about why I would like to be nominated: For those who don't know me, my name is Alan Christopher Belmont, and I am a trans guy. Although I was called a girl at birth, I am a guy. I came out publicly on Instagram and Facebook on January 1st, 2016. In the past year, I've learned so much about myself, and I've learned how to educate others. I know how confusing this concept can be, but being prom king would mean so much to not only me, but to every trans boy, girl, and nb kid out there. I want to educate not only the NC community, but the whole world on what it means to be trans. I have been attacked online via twitter for being the way that I am, and I want to show people that no matter what others say, your identity is valid. I want to have a platform on which to educate people worldwide, and I think Prom Court would be a great place to start. I think it's time that we give our trans students a representative to look up to, and I want to represent you. Please, put me into consideration. #nom1n8 Al Belmont for Prom King; thank you for listening.

A post shared by alan belmont (@alanchrismont) on

Apesar de receber muito apoio, Alan também sofreu muitas críticas e alguns dos cartazes de sua escola foram vandalizados. Alguém fez um risco sobre a palavra "Rei" e escreveu "Rainha". Ainda não encontraram quem fez a rasura, mas Alan diz que a escola está trabalhando com ele para encontrar o autor. Ele pegou uma foto do cartaz e postou no Instagram com uma mensagem inspiradora:

“Eu recebi um monte de perguntas a respeito do porquê eu estou concorrendo para rei do baile. Mas esta é a verdadeira razão. Apesar de todo o amor e apoio que recebi, ainda há muita ignorância no mundo. Eu quero que meus amigos trans saibam que isso não é nada além de estupidez e ódio. Isso não me impede de ser eu, e eu vou continuar lutando para vencer isso. A ignorância cairá, o orgulho e o amor subirão”, disse Alan na legenda da publicação.

Leia também: Pais de aluno processam escola por filho dividir vestiário com garoto trans

Alan ganhou a votação foi coroado rei do baile e dançou com sua namorada, Staci. "Ser trans não tem que ser algo que é tão tabu", afirma o estudante. "Ser aberto sobre sua a identidade é uma coisa tão maravilhosa e ajuda a crescer a confiança e ajuda as pessoas a serem felizes."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.