Tamanho do texto

Após James contar à esposa Eirian que, na verdade, é uma mulher transgênera, a família permanece unida e vivendo na mesma casa

Há apenas quatro meses, James Cohen sentou-se para assistir televisão com a esposa Eirian e admitiu que era transgênera. Apesar da situação, Eirian aceitou continuar vivendo com a mulher trans e os filhos do casal, e agora enxerga o ex-marido como uma melhor amiga. O engenheiro, que agora é conhecido como Kara, relata que se sente assim desde que era uma criança.

Leia também: Desconfiada de que seu marido é gay? Veja os sinais a que você deve ficar atenta

A esposa Eirian continua vivendo com Kara e não pretende separar a família
Reprodução/Mirror
A esposa Eirian continua vivendo com Kara e não pretende separar a família

Em entrevista ao veículo britânico “Mirror”, Eirian afirma que foi um enorme choque quando o então marido contou que queria ser conhecido como Kara. "Antes da transição, ele era um homem bem masculino, um típico cara que trabalhava e, n tempo livre, adorava futebol”, afirma a esposa . "Não havia uma coisa que as pessoas pudessem dizer que era ligeiramente feminina sobre ela. Ela sempre usava jeans e uma camiseta e nunca se esforçou com a aparência”, conta.

Eirian conta que o casal estava sentado assistindo televisão quando James revelou que era transgênero. "Eu fui muito compreensiva e senti que não tinha de mudar nada. Eu queria que trabalhássemos tudo juntos, estava tão orgulhosa de poder finalmente ser quem ela queria ser e não se esconder do mundo", comemora Eirian.

Embora tivesse um relacionamento amoroso e divertido com seu marido, Eirian sempre soube que havia algo que James não estava admitindo. "Nós sempre tivemos um relacionamento muito honesto, mas eu sempre soube que ela não estava admitindo algo. Ela ficava dizendo que não sabia quem ela era, então mudava de assunto”, conta.

Leia também: Especialista alerta que se a mulher desconfia de que o marido é gay, ele deve ser

"Quando nos casamos, ela parecia estar bastante obcecada com o meu vestido de noiva e queria experimentá-lo, como uma piada. Foi uma coisa muito brincalhona para ver se servia nele. Além disso, não havia outros sinais", afirma.

Deixando de ser um casal

Eirian diz que, inicialmente, queria manter o relacionamento romântico com o marido, mas, quando Kara passou a tomar hormônios, antes mesmo de mudar a aparência, sua atração pelo então marido mudou. "Eu estava realmente chocada, mas, quando disse a ela, ela pareceu aliviada e disse que nós duas poderíamos ter algum espaço para descobrir quem ela é”, afirma Eirian.

Embora não sejam mais um casal, elas ainda moram na mesma casa e dividem a cama. Para manter a família unida, as duas estão procurando uma casa nova com duas salas para viver uma com a outra. De acordo com Eirian, os filhos apoiam a transição e amam Kara ainda mais como uma mulher. "Eles contaram ao mundo sobre isso e até mesmo sua escola tem apoiado", afirma. Eirian.

Leia também: Gays contam como é ser amante de um homem casado com uma mulher

Sobre todo o processo, Kara afirma que se sente muito sortuda em ter uma família tão solidária e uma esposa inteligente e aberta. "Eu sou finalmente capaz de ser eu mesma e o futuro parece muito mais brilhante desde que me assumi", conta ela.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.