Tamanho do texto

Mesmo sem dar à luz, Steph é capaz de produzir leite para amamentar sua filha. Ela fez um tratamento para amamentar duas vezes durante o dia

Um casal de lésbicas da Austrália ficou conhecido por um fato inusitado: as duas mães são capazes de amamentar a filha recém-nascida. Claire Eden-McIlroy, de 29 anos, e Steph Eden-McIlroy, de 26, estão juntas há cinco anos e tiveram a primeira filha em janeiro. Apesar de o bebê ter nascido de Claire após uma doação de esperma, Steph também produz leite para amamentar a pequena.  

Casal de lésbicas divide tarefa de amamentar após uma delas fazer tratamento
Lacey Barratt
Casal de lésbicas divide tarefa de amamentar após uma delas fazer tratamento

Leia também: Confira cinco ideias de fantasias de casal para lésbicas

O casal trabalhou com uma obstetra particular durante a gravidez de Claire para entender como seria o processo para Steph produzir leite o suficiente para amamentar . Desde que soube que isso era possível, Steph se dedicou à tarefa. “Mesmo sem engravidar, você ainda pode nutrir e alimentar uma criança do seu corpo”, explica Claire ao "Daily Mail Australia". “É uma forma de ela se conectar com o bebê e me ajudar”, completa.

Steph passou então a usar uma bomba de sucção para estimular seus seios a produzirem leite. O processo era feito diariamente, a cada duas horas, por dez minutos. Além disso, ela tomou remédios para estimular o hormônio prolactina, que desencadeia a produção de leite materno. Com esse método, Steph consegue alimentar a criança duas vezes por dia: uma de manhã e outra à noite. “É totalmente natural e confortável.  É algo que nós fazemos todos os dias na nossa casa”, afirma Claire.

Leia também: Casal de lésbicas se casa graças à vitória de Donald Trump

História em fotos

Para comemorar a nova família, Claire e Steph posaram para a fotógrafa Lacey Barrat depois de ver um anúncio em uma rede social. A sessão de fotos foi feita quatro semanas após Claire dar à luz e durante os cliques, o casal contou a história da amamentação

Isso deu ideia a Lacey de fotografar Claire e Steph amamentando a filha .  “Eu senti que era importante compartilhar duas mulheres amamentando sua filha. Muitas pessoas não sabem que você ainda pode amamentar mesmo sem engravidar”, diz a fotógrafa.

Leia também: Conheça o casal transgênero em que o pai deu à luz um menino

Can we talk about breastfeeding and same sex couples for a minute? Can we talk about how NORMAL this should be? Having a desire to share the responsibility with your partner is normal and POSSIBLE. Ladies, did you know, that you DO NOT have to be the birth mother in order to breastfeed? Adoptive parents, surrogacy parents, you can breastfeed your baby! Same sex male couples, did you know that you can find a woman to wet nurse your baby? Have donor milk? SNS? The possibilities are endless, and should be respected as a heterosexual couple is. [ps if you know this gorgeous couple. please refrain from tagging.] I also, will not tolerate ANY bullying or name slinging on this page. ever. Equality is deserved by everyone <3 . . . . #equality #samesexmarriage #normalizebreastfeeding #melbourne #humansuncensoredproject

A post shared by Lacey Barratt (@laceybarrattphotography) on


Lacey compartilhou as fotos no Instagram. “Podemos falar sobre amamentar e casais do mesmo sexo por um minuto? Podemos falar sobre o quanto isso é normal? Ter o desejo de dividir responsabilidades com o seu parceiro é normal e possível”, disse Lacey na legenda. A imagem teve centenas de curtidas. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.