Tamanho do texto

Produção de Rick Mastro trata o tema com sensibilidade e será exibido em quatro capitais brasileiras. Veja mais detalhes sobre a obra

A descoberta da sexualidade é um momento único, cheio de dúvidas e incertezas, pelo qual todos passamos, quer seja para se descobrir heterossexual ou não. O curta de Ricky Mastro “ Xavier ” lida com esta temática, mostrando a relação do pai com o filho no processo mútuo de descoberta.

 Jovens buscam financiamento para república que sonha tirar pessoas LGBT das ruas

O curta narra a trajetória de Nicolas, interpretado por André Guerreiro Lopes, ao notar que seu filho Xavier, vivido por Gregório Musatti, sente atração por outro meninos. Ao contrário do que se espera, a reação do pai é de compreensão e acolhimento.

Cena de curta-metragem 'Xavier'
Divulgação
Cena de curta-metragem 'Xavier'

Para a elaboração do enredo, Mastro recebeu diversos vídeos em que pessoas LGBT contavam sobre a experiência da descoberta da sexualidade, da reação dos pais e da própria reação frente a este momento.

Muitas histórias, segundo o diretor, repetem um padrão: a não-aceitação da sexualidade, combinada muitas vezes com uma violência por parte dos pais. Felizmente, não é assim com todos: alguns podem viver esse capítulo da vida de maneira mais saudável e natural.

○ Leia também:  Curta "Xavier" conta história de jovem gay e pede contribuições da vida real

A temática é tratada com sensibilidade no curta-metragem. "Xavier" capta a leveza e inocência dessa descoberta para o jovem. O pai respeita o tempo de Xavier e lhe assegura apoio e afeto. A relação paternal estabelecida é de segurança.

Filmado em julho de 2015, em São Paulo, com recursos do edital de Apoio a Manifestação LGBT da Secretaria de Estado da Cultura e do obtido em financiamento coletivo, o curta-metragem foi lançado internacionalmente em festivais em fevereiro de 2016.

Em novembro, "Xavier" será exibido em 4 capitais brasileiras: São Paulo, Rio de Janeiro,  Fortaleza e Brasília. Na capital paulista, a estreia contará com a presença da equipe.

O diretor

O responsável pela direção do curta-metragem é Ricky Mastro, diretor e roteirista. Ele é formado em Drama pela Universidade de Washington, nos Estados Unidos, e em cinema pela Fundação Armando Álveres Penteado, FAAP.

O paulistano é também mestrado em Identidade LGBTTT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros) no Cinema, pela Universidade Anhembi Morumbi.

○  Como sair do armário para seus filhos?

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.