Tamanho do texto

Maria Clara Spinelli vive Janette na série. Conheça mais o papel da atriz na trama e relembre outros famosos que representam a letra T de LGBT

A série "Supermax" é a nova produção da Globo. A trama se desenrola durante um reality show, no qual os participantes, todos com pendências na justiça, são confinados em um presídio de segurança máxima na Floresta Amazônica. 

○ Leia mais -  Beijo gay em novelas: veja 8 cenas que marcaram a teledramaturgia

A empresária Janette, uma das personagens da série , é interpretada pela atriz transexual Maria Clara Spinelli . Filha de um pai alcóolatra e violento, Janette viveu uma infância miserável, o que a levou a fugir de casa. Tornou-se dona de uma rede de salões de beleza e entrou no reality show para conseguir o prêmio em dinheiro e salvar seu negócio.

Maria Clara Spinelli é Janette em nova série da Globo, Supermax
Reprodução/GShow
Maria Clara Spinelli é Janette em nova série da Globo, Supermax

É o segundo papel de Spinelli em produções da emissora: em 2013, na novela " Salve Jorge" , a atriz deu vida a Anita, personagem também transexual que sofreu com o tráfico de mulheres e a prostituição. Maria Clara ganhou visibilidade após atuar no filme "Quanto Dura o Amor?", papel com o qual conquistou prêmio de melhor atriz no Festival Paulínia de Cinema.

○  Erom Cordeiro volta à TV em "Supermax" e relembra beijo gay vetado em "América"

Ainda que hoje vejamos com mais facilidade pessoas transexuais e travestis na mídia, foi um longo e árduo caminho até aqui. Relembre os homens e as mulheres que representam a letra T de LGBT na televisão e no cinema.

O T de LGBT

A primeira travesti a atuar em novela foi Cláudia Celeste , em 1977, na obra Espelho Mágico. Daniel Filho, o diretor da trama, escolheu Celeste para o papel por não saber que se tratava de uma travesti. À época, era proibido que travestis aparecessem na televisão e Cláudia teve de sair de cena.

Atriz e modelo Roberta Close
Reprodução/Facebook
Atriz e modelo Roberta Close

Outra pioneira foi Roberta Close , primeira modelo transexual a posar para uma edição brasileira da revista Playboy. Também constituiu uma carreira como atriz e é considerada a transexual mais famosa do Brasil. Sua luta pela mudança de nome foi importante conquista para todo o movimento LGBT brasileiro.

"Lou & Leo" conta a história do homem que era mulher e recomeçou a vida aos 50

Carol Marra é a mulher trans que protagonizou o que ela chamou de "primeiro beijo transexual" da tevê em "Romance Policial - Espinosa", série da GNT. Glória e a Graça, filme de temática LGBT que tem estreia prevista para final de 2016, conta com a atriz no elenco.

Carol Marra atua em Glória e a Graça, filme com estréia prevista para final de 2016
Reprodução/Instagram
Carol Marra atua em Glória e a Graça, filme com estréia prevista para final de 2016





'Saí do casulo': Transexual supera preconceito e faz sucesso no YouTube

Também participante de "A Fazenda", mas da quinta edição,  Leonora "Léo" Áquilla não é atriz, mas está sempre pela tevê. A transexual brasileira é jornalista e atua como repórter. Também é candidata nas eleições. 

Léo Aquilla comemora matrimônio das redes sociais
Reprodução/Facebook
Léo Aquilla comemora matrimônio das redes sociais


Com passagem na televisão, no cinema e no teatro, Rogéria é atriz e maquiadora. Conquistou em 1979, ao lado de Grande Otelo o Troféu Mambembe e ficou imortalizada por sua atuação na novela "Tieta".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.