Tamanho do texto

Ex-BBB publicou desabafo no Facebook e contou que foi punida pela rede social ao tentar denunciar o ocorrido

Rio - Ariadna, a primeira transexual a participar do "Big Brother Brasil" - que integrou o elenco da 11ª edição do programa -, fez um desabafo em seu perfil no Facebook nesta sexta-feira (26).

Ariadna foi primeira transexual a participar do BBB
Reprodução/Divulgação
Ariadna foi primeira transexual a participar do BBB

A ex-BBB contou que sofreu ataques preconceituosos de internautas, que fizeram comentários agressivos a seu respeito. "Bom dia meus amores. Ontem um grupo de hackers me atacou fortemente em minha página de fãs. Me chamaram de negra, me chamaram de traveco, me mandaram ir para o inferno. Porque não fui abortada, que sou uma aberração, dentre outras coisas tão pesadas que nem vou dizer aqui", relatou.

Apesar das agressões, Ariadna disse que se manteve tranquila e tentou apenas denunciar o conteúdo ao Facebook, mas que foi ela quem acabou punida. "Eu, calmamente, sem dar atenção a eles, fui em um por um apenas denunciando ao Facebook e bloqueando eles. O Facebook analisou todas as denúncias e chegou à conclusão de que os ataques sofridos não violam os termos da comunidade. Aí eu fiz um post com umas três fotos de print dos palavrões e o Facebook, agora pela manhã, bloqueou minha página assim como meu outro perfil por 30 horas, como se o ataque fosse meu. Ou seja, eu fui atacada, tenho todos os prints e ainda fui bloqueada. Sério mesmo isso? Algum advogado para poder processar o Facebook?", postou ela.

Ariadna foi vítima de comentários preconceituosos na web
Reprodução
Ariadna foi vítima de comentários preconceituosos na web

No início da semana, após assistir ao longa "A Garota Dinamarquesa", Ariadna fez um post debatendo o tema da transexualidade. "Antes de falar do filme, eu gostaria de declarar a minha repudia a algumas salas de cinema em todo o Brasil que vetaram o filme e o nojo que tenho dessa tamanha ignorância brasileira em esconder algo tão importante para milhares de pessoas...", escreveu ela nas redes sociais.

O longa conta a história real de Einar Wegener, interpretado por Eddie Redmayne, um homem que resolve se assumir como a mulher Lili Elbe e se submete a uma das primeiras cirurgias de mudança de sexo no mundo.

    Leia tudo sobre: BBB
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.