Tamanho do texto

O supervisor da segurança colocou duas luvas por não querer tocar “essas coisas com as mãos"

Ele foi levado a uma pequena sala com dois agentes de segurança, e assinou um formulário antes da averiguação
arquivo/PAC
Ele foi levado a uma pequena sala com dois agentes de segurança, e assinou um formulário antes da averiguação

Um passageiro transgênero foi forçado a remover prótese peniana para inspeção num aeroporto. Segundo as informações do site “Daily Mail”, a ação da segurança o fez se sentir humilhado.

“Expliquei ao oficial que sou trans e que eu estava usando uma prótese, ao que ele respondeu que seria necessário averiguar”, conta.

Não só isso me fez sentir incrivelmente desconfortável, mas foi humilhante e desnecessário

Ele foi levado a uma pequena sala com dois agentes de segurança, e assinou um formulário antes da pesquisa.

Depois da inspeção do corpo e remoção da prótese, o homem sentiu-se envergonhado quando um membro da equipe de segurança colocou pares de luva ao tocá-lo. “Você quer eu toque essa coisa com minhas próprias mãos?”, disse ao ser questionado o uso da proteção.

"Não só isso me fez sentir incrivelmente desconfortável, mas foi humilhante e desnecessário”, revela o passageiro.

Após o episódio, ele expressou sua preocupação e encaminhou uma queixa a um inquérito para o aeroporto e a segurança da aviação.

Em uma declaração formal por parte da saúde LGBTI da aviação, ressalta sua preocupação com o "clima de discriminação generalizada contra as populações LGBT em aeroporto e segurança.” O relatório final da investigação será entregue em maio.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.