Tamanho do texto

Segundo a criadora, mesmo que siga uma linha específica, o foco é levar ao público boas histórias

Livros de romance, infanto-juvenil e literatura estrangeira são destaques na procura por lançamentos em qualquer livraria. Porém, a falta de publicações com temática LGBT fez com que a Juliana Albuquerque criasse a primeira editora especializada em obras de ficção que representem gays, lésbicas, bissexuais e o público trans: a Hoo Editora.

Torta de Climão, livro de tirinhas de Kris Barz, que será lançado pela Hoo Editora
Divulgação
Torta de Climão, livro de tirinhas de Kris Barz, que será lançado pela Hoo Editora

“Estou muito feliz em poder contribuir no combate ao preconceito. Não concordo com diferenciações, como casal gay e beijo gay. Casal é casal, beijo é beijo. E pronto”, diz Juliana.

Uma semana após o anúncio da criação, a editora já recebeu 15 obras. “Atribuo essa grande procura à falta de espaço para a literatura LGBT. Muitos autores contaram já ter feito contato com outras editoras, que não manifestaram interesse em publicá-los”, revela.

Apesar dos livros serem especializados, a orientação sexual e identidade de gênero dos autores e leitores não é importante. “Todos são bem vindos, todos são convidados a desfrutar do nosso conteúdo”, convida Juliana.

A Hoo Editora lançará seus dois primeiros títulos: "Nicotina zero", romance de Alexandre Rabelo; e "Torta de Climão", livro de tirinhas de Kris Barz. O lançamento acontece no dia 4 de novembro, a Livraria Cultura do Shopping Iguatemi, em São Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.