Tamanho do texto

Segundo relato, funcionários gritaram "viado” e “sapatão” ao público

Os fãs da cantora Ana Carolina que prestigiaram o show na sexta-feira (23), relatam que foram vítimas de homofobia por parte de dois funcionários na casa de shows Barra Music, no Rio de Janeiro.

A coordenadora de um fã clube da cantora registrou boletim de ocorrência
Rafaela Dutra
A coordenadora de um fã clube da cantora registrou boletim de ocorrência


O público conseguiu ouvir xingamentos como viado, sapatão e vagabunda. Os insultos partiram de trás das cortinas, onde funcionários preparavam o palco para a apresentação. O boletim de ocorrência foi registrado na 32ª delegacia de polícia do Rio de Janeiro e segue para investigação.

Rafaela Almeida, 26, é coordenadora de um  fã clubes de Ana Carolina e registrou a denúncia. “Quando ouvimos os xingamentos, comunicamos aos seguranças da casa de shows, que debocharam da gente”, afirma Rafaela.

Segundo ela, os fãs tentaram falar com o gerente da casa de shows, mas não ele não apareceu. “Fiquei esperando até o fechamento daquele dia, mas não tive resposta alguma”, completa Rafaela.

Em nota, a assessoria de imprensa da Barra Music, informa que "quem fez a denúncia deverá entrar em contato com a casa de shows para resolver se for de âmbito da casa". Ainda, deixa ciente que quem cuida do palco, antes e depois dos shows, "são as equipes dos artistas que vão se apresentar", mas retificam que técnicos responsáveis e o DJ também têm acesso.

A assessoria de imprensa da cantora informa que na hora de troca do palco estavam no local só os membros da equipe da cantora e da outra banda que se apresentou no local na mesma noite. Ressaltam ainda que no palco também estavam “outros profissionais pertencentes ao quadro de funcionários do Barra Music, funcionários das empresas fornecedoras de som e luz contratadas pela casa, além do DJ também contratado pela casa para a abertura do show e seus assistentes”, completa.

Segue nota da Barra Music na íntegra:

" Precisamos ter acesso a esta denúncia.  Quem a fez, que ENTRE EM CONTATO, para podermos resolver se for de âmbito da casa. 

Boletim de ocorrência registrado no dia do show
Arquivo pessoal
Boletim de ocorrência registrado no dia do show

Nunca ouve isso. Não foi o primeiro, muito menos o segundo show da cantora na casa e: SUCESSO SEMPRE!  Para deixar ciente, quem cuida do palco antes e depois dos shows, são as equipes dos artistas que vão se apresentar. A casa não tem acesso, ha não ser técnicos caso necessário!

Muita gente gritou querendo a artista de volta, uns reclamando que não foi o mesmo tempo que era de costume o show dela, outros que a música tal não foi cantada. A obrigação da casa é de manter a ordem e  bem estar do público presente. Mas não temos como controlar a boca das pessoas!

Agora, sobre homofobia? Desconhecemos o ocorrido. Caso tenha acontecido, a casa é a primeira no interesse de neutralizar estes tipos de manifestações, até porque, é comum recebermos a todos da mesma forma, inclusive casais homo afetivos. Deixando claro que, o respeito ao restante das pessoas e ao espaço deve ser mantido, para casais héteros ou não.

O Barra Music é local de encontro de galeras diversificadas e antenadas, cada uma em seu estilo. Transformou-se em ponto turístico musical. Recebe caravanas de outros municípios, bem como turistas de todo o país e até internacionais, que se vierem ao Rio de Janeiro e não conhecerem o Barra Music, o passeio não estará completo.

É reverenciada por artistas de todos os segmentos musicais, do sertanejo ao forró, do pop ao reggae, e claro, do funk e do samba! E é essa pluralidade e ecletismo de sons apresentados na casa diferenciam o local como espaço democrático para todos os tipos, estilos de ritmos e manifestações culturas. Une não apenas tribos, como também sintetizam o local como o mais festejado no cenário noturno brasileiro!

Sobre homofobia no dia do show da Ana Carolina? Eu mesmo recebi um rapaz que foi "montado" de Ana Carolina e foi muito bem recebido! Transitou por todos os espaços e ainda me ligou para agradecer.

Estamos a disposição para maiores esclarecimentos.

Lembrando que num show com a casa cheia, as pessoas precisam ter muita atenção para não cometer erros e passar informações erradas, muito menos acusar sem as devidas condições.

O Barra Music se orgulha de estar de portas abertas para todos!

A casa não admite preconceito, muito menos faz distinção de veículos de imprensa, quando se receber um, recebe a todos que nos procuram. Agora, não podemos responder pelo camarim de artista, que muitas vezes não estão dispostos a atender."

Segue nota da assessoria da Ana Carolina na íntegra:

"Respondendo a vossa solicitação, na condição de empresa responsável pela assessoria de comunicação da cantora e compositora Ana Carolina, informamos que em nenhum momento a produção da artista ou seus empresários tiveram conhecimento ou receberam quaisquer denúncias, queixas ou reclamações sobre os fatos mencionados em seu e mail, antes, durante ou depois da apresentação da artista na casa Barra Music no último dia 23/10.

É de conhecimento da casa, que inclusive já ratificou este entendimento junto a vocês, que na hora de troca de palco estavam no local não só os membros da equipe da cantora e da outra banda que se apresentou no local na mesma noite, mas também outros profissionais pertencentes ao quadro de funcionários do Barra Music , funcionários das empresas fornecedoras de som e luz contratadas pela casa , além do DJ também contratado pela casa para a abertura do show e seus assistentes, entre outros.

Ressaltamos, no entanto, que caso um incidente dessa natureza tenha realmente ocorrido, gostaríamos de expressar a total confiança de que não poderia jamais ter se originado de nenhum dos membros da equipe da cantora, que trabalha junto há muitos anos, e é composta por pessoas responsáveis e que se pautam pelo extremo respeito a todas as pessoas e principalmente pelo respeito total à diversidade, em conformidade total com as instruções e posicionamento pessoal da artista para a qual trabalham.

Sendo assim, só podemos lamentar profundamente que fatos desse teor ainda aconteçam e nos solidarizamos com as pessoas que por acaso tenham presenciado e se sentido ofendidas com os atos mencionados."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.