Tamanho do texto

Pai do adolescente afirmou que filho foi obrigado a ficar no corredor por ter tirado foto ao lado de outro menino

Na Itália, aluno teria sido expulso de sala de aula por ser gay
Getty Images
Na Itália, aluno teria sido expulso de sala de aula por ser gay

Um adolescente de Monza, no norte da Itália, acusa a escola onde estuda de tê-lo expulsado da sala de aula pelo fato de ser homossexual. Em um email ao diretor do colégio - um instituto ligado à Igreja Católica -, o pai do jovem de 16 anos disse que seu filho foi obrigado a ficar no corredor por ter tirado uma foto ao lado de outro menino e postado a imagem nas redes sociais.

"Todas as decisões adotadas foram tomadas no exclusivo interesse do adolescente. Em todo caso, ele não ficou no corredor, mas em um espaço para protegê-lo daquilo que estava ocorrendo na sala de aula", afirmou o diretor. Segundo ele, o menino estava sendo incomodado pelos colegas por conta da foto.

"Estou sem palavras. Como se pode obrigar um adolescente e ficar fora da própria classe durante as lições, discriminando-o e marcando-o no caráter e na dignidade, apenas por ser gay? Se isso for confirmado, me comprometo pessoalmente para que se tome sérias medidas contra a escola", afirmou o chefe da Autoridade para Tutela da Infância e da Adolescência da Itália, Vincenzo Spadafora.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.