Tamanho do texto

Cantora inicia nova turnê em setembro e diz que não se apresentará em Moscou ou São Petersburgo

Madonna diz que não deve mais se apresentar na Rússia por causa das leis anti-LGBTs
Getty Images/Divulgação
Madonna diz que não deve mais se apresentar na Rússia por causa das leis anti-LGBTs

Os fãs russos da Madonna talvez nunca mais tenham a chance de assistir a um show da cantora. Em entrevista à revista norte-americana Entertainment Weekly, a rainha do pop afirmou que provavelmente não voltará a se apresentar em Moscou ou São Petersburgo por causa das leis anti-gays do país, segundo a Cosmopolitan.

A cantora fez a declaração no último dia 7 deste mês, semanas antes de dar início a uma nova turnê, que passará em 35 cidades da América do Norte, Europa e Austrália a partir do dia 9 de setembro.

A última apresentação de Madonna na Rússia foi em 2012 e, como sempre, deu o que falar. Durante os shows, a cantora fez declarações de apoio à população LGBT e também às integrantes da Pussy Riot - banda punk que já chegou a ser presa por protestar contra o governo russo.

O legislador conservador Vitaly Milonov, conhecido por seu posicionamento anti-LGBT, respondeu aos comentários de Madonna. Em entrevista à Agência de Notícias Russa, Milonov chamou a cantora de "senhora velha e hipócrita" e a acusou de priorizar os direitos gays ao invés das vidas de crianças sofrendo por conta dos conflitos na Ucrânia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.