Tamanho do texto

'A Visita' mostra o cotidiano de duas mulheres, enquanto interagem conversando sobre seus sentimentos

Uma propaganda viralizou na Índia ao mostrar um casal de lébicas se preparando para um encontro com a família. Segundo o "Times of India", essa é a primeira publicidade exibida no país, onde a homossexualidade é um tabu, que têm mulheres gays como protagonistas.

Intitulada "A Visita", a campanha de uma marca de roupas mostra o cotidiano de duas mulheres, enquanto interagem conversando sobre seus sentimentos uma pela outra.

"Tentamos evitar os estereótipos associados aos gays", declarou o sócio da produtora que fez o filme, Avishek Ghosh, à publlicação. "Não há uma mulher parecendo mais feminina ou mais masculina. Tentamos dar uma impressão franca de que como é para qualquer casal sentir-se apreensivo na hora de conhecer a família", finalizou.

Primeira propaganda exibida na Índia com lésbicas como protagonistas mostra cotidiano do casal
Reprodução / YouTube
Primeira propaganda exibida na Índia com lésbicas como protagonistas mostra cotidiano do casal

Caso 'O Boticário'

Recentemente, a campanha publicitária de 'O Boticário' para o Dia dos Namorados  que mostra casais heterossexuais e homoafetivos levantou polêmica e causou furor nas redes sociais no Brasil. A peça até mesmo será analisada pelo Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária), informou o órgão na última semana. Segundo o Conar, os reclamantes alegam que a publicidade é exagerada na sua abordagem de relacionamento familiar e extrapola a moralidade vigente.

A marca "O Boticário" recebeu ameaças de boicote após a campanha ser veiculada. No site "Reclame Aqui", diversas queixas foram feitas contra a publicidade para o Dia dos Namorados e a marca respondeu a elas dizendo que incentiva "as mais diferentes formas de amor, independentemente de idade, raça, gênero ou orientação sexual."

Começou então uma "corrida" no canal YouTube para para ver se o vídeo ganhava mais "likes" ou "dislikes". No início da manhã desta quarta-feira, a quantidade de curtidas superou as 267 mil e os que não gostaram do vídeo estão em cerca de 165 mil.

Leia mais notícias em O Dia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.