Tamanho do texto

Historiador e professor da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) fala em entrevista especial ao iGay sobre sexualidade, repressão, beijo gay e a novela como espaço de justificação das escolhas do público