Tamanho do texto

Em entrevista ao “Gabi Quase Proibida”, o mais famoso crossdresser brasileiro disse que não pretende abandonar seu nome masculino

Um dos mais importantes profissionais do desenho no Brasil, o cartunista Laerte Coutinho gravou entrevista para o programa “Gabi Quase Proibida”, que será exibido nesta quarta-feira (16), no SBT, às 0h. Na conversa com a jornalista Marília Gabriela , o mais famoso crossdresser brasileiro falou sobre sua bissexualidade e sobre o nome feminino que também usa, Sônia. Ele também disse que está assumindo cada vez mais a identidade feminina: “Estou considerando a cirurgia de um implante nos seios”.

Laerte com a jornalista Marília Gabriela
Divulgação/SBT
Laerte com a jornalista Marília Gabriela

CURTA O FACEBOOK  DO IGAY 

Laerte não escondeu sua vaidade, admitindo que gosta de frequentar os centros estéticos. “Vou ao salão, faço depilação total de virilha”, revelou ele, dizendo ainda que usa o toalete de homem e de mulher. "Também vou ao banheiro masculino, sou “flex”.

Mas no guarda-roupa das mulheres, Laerte rejeita o saltão que muitas adoram. “Uso sapatos de salto modesto, de doze centímetros para baixo”, contou o cartunista, que não pretende mudar os seus documentos de identidade.

“Ter um nome feminino faz parte da praxe dos trangêneros. Pensei em adotar ‘Sônia’, mas eu gosto do meu nome”.

A primeira relação sexual gay de Laerte foi ainda na adolescência. “Aos 17 anos tive uma experiência (sexual), com um amigo, mas a pressa do momento leva a experiências dolorosas”, relatou o cartunista, que teve dúvidas sobre sua sexualidade.

“A percepção da homossexualidade foi, para mim, muito assustadora”, prosseguiu ele, apontando a bissexualidade como a sua orientação sexual. “Estou aberto para ambos (homens e mulheres), mas minha fissura sexual está bem menor”, concluiu o cartunista.

Leia mais no iGay:
Cartunistas Angeli e Laerte se beijam em seus quadrinhos contra o preconceito
Internautas promovem beijaço virtual no cartunista Laerte



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.