Tamanho do texto

Cantora usou uma rede social para criticar as políticas homofóbicas do governo da Rússia

Madonna  mostrou mais uma vez que não tem medo do governo da Rússia e muito menos das políticas antigays do seu presidente, Vladmir Putin . Na noite da ultima terça-feira (08), a cantora usou uma rede social para alfinetar o político. "Talvez Putin seja gay. Talvez seja esse o problema”, escreveu ela em seu perfil no Twitter.

CURTA O IGAY NO FACEBOOK 

Em outubro de 2012, a popstar enfureceu os homofóbicos russos ao defender a comunidade LGBT local durante um show na cidade de São Petesburgo. Cidadãos do país até entraram com um processo na justiça local para que Madonna pagasse R$ 20 milhões de multa pelo seu gesto.

A mensagem da estrela foi uma resposta a um casal que participava do projeto “Art For Freedom”. A ideia é que os fãs da cantora enviem músicas, fotos e textos com a hastag #artforfreedom para que Madonna comente e faça intervenções artísticas nas imagens.

A insinuação sobre Putin foi motivada por uma imagem mandada por um casal gay. Na foto, Adrian e Shane  aparecem se beijando em frente a um grafite que mostra o ex-líder soviético  Michael Gorbachev dando um beijo no ex-presidente da antiga Alemanha Oriental  Erich Honecker.  

Madonna já se posicionou diversas vezes em prol dos direitos da comunidade LGBT. No primeiro semestre, ela foi bastante ativa na defesa do casamento igualitário nos Estados Unidos. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.