Tamanho do texto

Para celebrar os 55 anos da rainha do pop, o iGay relembra os estilos adotados pela cantora em mais de três décadas de carreira. Escolha o seu favorito na enquete

Hoje não é um dia santo, mas é como se fosse, já que nesta sexta-feira (16) é aniversário de  Madonna : a superstar completa 55 anos. Inteirona e sem dar pistas de que vai abrir mão do trono de rainha do pop, a americana passou as últimas três décadas se reinventando para não perder essa coroa. Desde outubro de 1982, quando lançou seu primeiro single, “Everybody”, foram muitas as mudanças de visual.

CURTA O IGAY NO FACEBOOK 

Venerada pela comunidade LGBT desde sempre, Madonna teve esses diversos estilos copiados por drag queens de todo o mundo. Aliás, em 1999, várias delas subiram ao palco do prêmio Video Music Awards, da MTV, para homenageá-la incorporando diversos visuais que a cantora usou ao longo de sua carreira. Ao vê-las repetindo seus looks, a estrela brincou: “Tem que ser muito homem para usar os meus sapatos”.

Além disso, Madonna é amada pelo nosso público por sempre ter lutado pelos direitos da comunidade. Recentemente, ela defendeu publicamente a aprovação da lei do casamento igualitário nos Estados Unidos. Sem falar nas suas músicas, é claro. Porque não deve ter boate gay no globo terrestre que nunca tocou uma música da diva.

Por todo esse histórico, não dá para deixar passar em branco o aniversário dela. Para celebrar os 55 anos de Madonna, vamos relembrar as fases mais marcantes da carreira da rainha. It's time for the good times!

PUNK FASHION 

Na primeira metade da década de 80, Madonna ainda não fazia o estilo sensual que marcou a sua carreira. Com influência do punk, a cantora compunha seu visual com cabelos descoloridos amarrados com faixas, tops, luvas de renda, meia-arrastão e saias sobre calças curtas. Nos acessórios, ela abusava das pulseiras e das correntes com pingentes de crucifixo. Em 1984, a música e o visual da estrela sofreria uma grande mudança com a gravação da música que deu nome ao álbum “Like a Virgin”. 

Hits da fase: “Like Virgin” e "Holiday"

Na cama com Madonna: Ela casou com Sean Penn em 1985

AMBIÇÃO LOIRA 

No final dos anos 80, a cantora começou a exercitar mais efetivamente o seu estilo camaleônico. Nos clipes inspirados no álbum “True Blue” (1986), por exemplo, Madonna apareceu como loiríssima à lá Marilyn Monroe na música que deu título ao disco, como dançarina flamenca de cabelos castanhos em “La Isla Bonita” e como dançarina exótica de um clube de peep show em “Open Your Heart”.

Porém, foi com o “Like a Prayer” (1989) que Madonna alcançaria a posição de ícone pop. O trabalho deu origem a turnê “Blondie Ambition”, célebre por uma peça do figurino que a estrela usava ao cantar “Like a Virgin” em cima de uma cama, sobre a qual simulava um orgasmo. Desenhado Jean-Paul Gaultier , o sutiã em forma de cone dourado entrou para história da moda.

Hits da fase : "Express Yourself" e “Like a Prayer”

Na cama com Madonna : O casamento com Sean Penn que acabou em 1987 e o romance com Warren Beatty em 1990

Madonna e o ator Sean Penn: casamento conturbado que durou apenas 2 anos
Getty Images
Madonna e o ator Sean Penn: casamento conturbado que durou apenas 2 anos

DOMINATRIX

Cada vez mais ousada, Madonna começou os anos 90 flertando com o sadomasoquismo no clipe fetichista de “Justify My Love”, em 1990. Era só uma prévia do álbum “Erótica” (1992), no qual a cantora encarnou a dominatrix Dita Parlo, com direito a chicotinho e máscara. Na mesma época, ela lançou o polêmico livro “Sex” que também inspirado no universo SM.

Hits da fase: "Deeper and Deeper" e "Rain"

Na cama com Madonna: Namora Carlos Leon, pai da primeira filha dela, Lourdes Maria

Roqueira religiosa

Mas uma mudança radical na carreira da cantora. Com o álbum “Ray of Light” (1998), Madonna deixou de lado o erotismo para assumir uma fase roqueira. Na turnê do disco, "Drowned World Tour", a cantora tocou guitarra de saia xadrez e calça de couro. Nessa fase, ela também teve muita influência da religião judaica e do misticismo oriental da Cabala. A estrela também se voltou para o Japão, aparecendo de quimono nos clipes das músicas "Frozen" e "Nothing Really Matters"

Hits da fase: “Ray of Light” e "Beautiful Stranger"

Na cama com Madonna: Termina o romance com Carlos Leon e conhece o diretor Guy Ritchie. 

GANGSTA GIRL

Madonna começou os anos 2000 de olho, ao mesmo tempo, no universo dos gangsta dos rappers e também no mundo country. Isso ficou bem evidente no clipe da música “Music”, no qual ela, toda de branco, mistura enormes joias de ouro com chapéu de caubói. A canção deu nome a mais um álbum de sucesso da popstar, o oitavo de sua carreira.

Hits da fase: “Music” e "Don’t Tell Me"

Na cama como Madonna: Se casa em 2000 com Guy Ritchie, pai do seu segundo filho, Rocco

DISCO DIVA

Em ótima forma física, Madonna reapareceu em 2005 de salto alto, collant rosa, meia calça e cabelos loiros levemente ondulados. Era o visual rainha da pista de dança que ele escolheu para a música “Hung Up” do álbum “Confessions on a Dance Floor”. Misturando referências dos anos 70 e 80, a cantora retomava assim a dance music que lhe abriu as portas da fama.

Hits da fase: “Hung Up”, “Jump” e “Sorry”

Na cama com Madonna: Fica com Guy Ritchie até 2008

LÍDER DE TORCIDA

Em 2012, aos 54 anos e mais jovem do que nunca, Madonna subiu aos palcos vestida de líder de torcida de futebol americano. Foi esse o visual que marcou o seu último álbum lançado, “MDNA”. No mesmo ano, ela reafirmaria sua posição de rainha do pop ao fazer uma performance memorável no intervalo do “Super Bowl”. Para mostrar que ainda estava no comando, a cantora apareceu no espetáculo carregada por gladiadores em cima de um trono.

Hits da fase: “Give Me All Your Luvin’” e "Girl Gone Wild"

Na cama com Madonna: Solteira, namorou o brasileiro Jesus Luz



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.