Tamanho do texto

Segundo jornal italiano, religioso acredita que certos grupos estariam impedindo as reformas na cúria da Igreja Católica

O papa Francisco , 76, acredita que a comunidade LGBT tem influência importante na cúpula da Igreja Católica Apostólica Romana, segundo o jornal italiano La Repubblica. “Muito se fala do lobby gay, e é verdade, ele existe", teria dito o líder religioso, numa audiência no Vaticano.

Papa Francisco acredita que há um 'lobby gay' no Vaticano
Getty Images
Papa Francisco acredita que há um 'lobby gay' no Vaticano


A declaração teria sido dada na última quinta-feira (06), durante uma audiência do papa com a Confederação Latino-Americana e Caribenha de Homens e Mulheres Religiosos (CLAR).

CURTA A PÁGINA DO IGAY NO FACEBOOK 

Para o religioso, a existência de certos grupos no Vaticano atrapalha a realização de reformas. “Na cúria, há pessoas verdadeiramente santas, mas também há corrupção”, disse o líder máximo do catolicismo, segundo fonte do Vaticano ouvida pelo jornal.

O suposto “lobby gay” citado pelo papa estaria relacionado com um escândalo de 2010, quando um membro do Vaticano foi acusado de contratar garotos de programa.

Eleito em conclave no último mês de março, o papa está com viagem marcada para o Brasil. No próximo mês de julho, ele participa no Rio de Janeiro da Jornada Mundial da Juventude. 

Leia mais no iGay:
Novo papa sobre casamento gay: “Ataque destrutivo contra o plano de Deus”
Após escândalos, nome Francisco indica desejo de renovação da Igreja Católica


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.