Tamanho do texto

Entre os 17 elétricos, estará o da cantora, que vira acompanhada de 22 músicos. Polícia Militar reforçou a segurança do evento. Veja o percurso da parada

A mais famosa das vias paulistanas, a Avenida Paulista vai ser tomada neste domingo (02) pelas cores do arco-íris, símbolo do movimento gay e da diversidade sexual. A 17ª Parada do Orgulho LGBT tem seu início marcado para o meio dia, mas a concentração começa duas horas antes, às 10h, na frente do Museu de Arte de São Paulo, o Masp.

CURTA A PÁGINA DO IGAY NO FACEBOOK 

Misturando festa e movimento político, a parada deste ano tem como tema principal a luta contra o preconceito, como o mote "Para o armário, nunca mais! - União e conscientização na luta contra a homofobia".

3,5 milhões de pessoas de pessoas devem passar pela avenida em direção ao centro da cidade, segundo estimativa da Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (APOGLBT). O ponto final da parada é a Praça da República. Lá, por volta de 18h30, começam os shows do evento, com as cantoras Ellen Oléria e Mariene de Castro .

Fechada para veículos e ônibus desde as 10h, a Paulista receberá 17 trios elétricos durante o evento. O primeiro deles, da associação que promove a Parada, deve vir com as autoridades. São esperados o governador Geraldo Alckmin , o prefeito Fernando Haddad e as ministras da Cultura Marta Suplicy (PT) e dos Direitos Humanos, Maria do Rosário .

Outro trio terá como objetivo um protesto contra a permanência do deputado Marco Feliciano na presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias do Congresso Nacional. O político é acusado de fazer declarações homofóbicas.

Mas o trio que deve atrair mais atenção do público deve ser o puxado pela cantora Daniela Mercury, que estará acompanhada de 22 músicos. Ela se tornou símbolo do movimento gay depois de assumir sua relação com a jornalista Malu Verçosa , no último mês de abril.


Exibir mapa ampliado

Por conta dos arrastões na edição 2013 da Virada Cultural, a Polícia Militar decidiu reforçar o seu contingente na parada. A promessa é que 2300 soldados e 210 carros e motos estejam na avenida. Cerca de 1000 homens Guarda Civil Metropolitana também participam da segurança.

A recomendação das autoridades policiais é que os participantes da parada evitem usar objetos de valor como correntes e relógios. Celulares e carteiras devem ficar nos bolsos da frente.

Programação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo:

10h: Concentração em frente ao MASP

12h: Saída dos elétricos ( da Avenida Paulista, passando pela Rua da Consolação até o centro)

18h30: Fim da parada e início dos shows na Praça da República 

21h30: Encerramento do evento

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.