Tamanho do texto

Mesmo com ameaça constante de chuva, paulistanos e turistas se divertiram no Vale do Anhangabaú com shows da dupla Pepê e Neném, da cantora Corona e da bateria da escola de samba Mocidade Alegre

Apesar de uma constante ameaça de chuva, um público animado compareceu em peso ao Vale do Anhangabaú, em São Paulo, nesta quinta-feira (30), para participar 13ª Feira Cultural LGBT.   Geraldo Alckimin , governador do estado, e Fernando Haddad , prefeito da capital paulista, prestigiaram o evento, que contou com shows de cantores e apresentações de drag quens.  

Curta a Página do iGay no Facebook

A feira começou às10h da manhã, mas o público só lotou o Anhangabaú por volta das 15h, quando começou a apresentação da dupla  Pepê e Neném . Além delas, passaram pelo palco a cantora dance Corona e a bateria da escola de samba Mocidade Alegre, entre outros artistas.

Retornando ao evento depois de alguns anos austente, o produtor de moda Nilo Caprioli , 27, se surpreendeu com a organização da feira. “Achei que a estrutura melhorou muito em relação às outras edições que eu participei. Está bem animado, estou curtindo muito", observou Caprioli. 

Os estudantes Felipe Felix ,16, e Felipe Viana ,18, ficaram sabendo por acaso e resolveram participar na última hora. "Para a Parada, a gente já tinha se programado. Mas foi bacana saber que tinha mais coisa”, contou Felix.

Felipe Felix e Felipe Viana já se preparam para a Parada
Carol Caixeta
Felipe Felix e Felipe Viana já se preparam para a Parada

Com policiamento reforçado, a Feira contou também com praça de alimentação e a tendas que vendiam roupas e bijuterias.  

Outras tendas tinham a missão de evangelizar e atrair fiéis, como era o caso das representações da comunidade “Cidade de Refúgio” e da  “Igreja Cristã Contemporânea”.

No palco, estiveram presentes as drag queens Silvetty Montilla e do Trio Milano . Já a dupla Dindry Buk e Sissi Girl,  foi responsável pela oficina de montação “Linha de montagem: nasce uma drag queen”. 

O evento integra a programação do mês do Orgulho LGBT, que termina no próximo domingo (2), na Avenida Paulista, com a realização da 17ª Parada do Orgulho Gay de São Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.