Tamanho do texto

Baseado em história real, longa mostra romance entre a arquiteta carioca Lota Macedo de Soares e a premiada poetisa americana Elizabeth Bishop

Dirigido por Bruno Barreto e com estreia prevista para 16 de agosto deste ano, o filme “Flores Raras” acaba de ganhar um trailer oficial. No longa baseado numa história real, Glória Pires interpreta a prestigiada arquiteta carioca Lota Macedo de Soares, que viveu, nos anos 50 e 60, um romance com a premiada poetisa americana Elizabeth Bishop, papel da atriz australiana Miranda Otto.


Entre outros trabalhos, Lota ganhou projeção internacional ao idealizar e supervisionar a construção do Parque do Flamengo, no Rio de Janeiro. Ganhadora do prêmio Pulitzer, Bishop chegou ao Brasil numa época de grandes mudanças culturais e econômicas, como a Bossa Nova e a construção de Brasília.

CURTA A PÁGINA DO IGAY NO FACEBOOK 

Glória e Miranda em cena de
Divulgação
Glória e Miranda em cena de "Flores Raras"

As duas tinham personalistas opostas. Lota era empreendedora e otimista. Já Bishop, era emocionalmente frágil, alcoólatra e não tinha laços familiares, passando boa parte do seu tempo viajando. A relação delas passa por vários momentos conturbados até o momento em que a poetisa abandona a arquiteta.

30 beijos gays que marcaram a história do cinema

Gloria Pires: "Foi meu papel mais ousado"

Além do embate de duas personalidades diferentes, a relação de Lota e Bishop representava o choque cultural entre as culturas brasileira e americana.

A passagem de Bishop pelo Brasil, que durou de 1951 a 1966, já foi representada com grande sucesso no teatro. A atriz Regina Braga interpretou a poetisa no monólogo “Um Porto para Elizabeth Bishop”, escrita por Marta Góes e dirigida José Possi Neto

Leia mais no iGay :
Considerado ‘gay demais’, “Behind The Candelabra” encanta crítica em Cannes
Veja como foram retratados no cinema três personagens reais de filmes gays


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.