Tamanho do texto

Jornalista do programa “Today” (NBC), Jenna Wolfe contou também que tem um relacionamento de três anos com uma colega de emissora, a repórter Stephanie Gosk

Uma das apresentadoras do popular jornalístico matinal americano “Today”, a jornalista Jenna Wolfe , 39, assumiu sua homossexualidade diante das câmeras da atração da NBC. Ela também revelou que seu relacionamento de três anos com uma colega de emissora, a repórter Stephanie Gosk , 40. Jenna contou ainda que está grávida e que as duas serão mães em breve.

Numa conversa informal com o principal âncora do “Today”, o apresentador Matt Lauer , Jenna contou empolgada a novidade. "Essa é uma grande notícia para mim: estou grávida. Estou bastante grávida, na verdade”, brincou a jornalista, aplaudida em seguida pelos colegas de estúdio.

Jenna Wolfe saiu do armário no programa em que apresenta na NBC, o popular
Reprodução
Jenna Wolfe saiu do armário no programa em que apresenta na NBC, o popular "Today "

“Eu e minha namorada, Stephanie Gosk, que trabalha aqui na NBC, estamos esperando uma garotinha para o final de agosto”, contou Jenna, exibindo um sorriso largo. “A Stephanie é muito aventureira, ela já rodou o mundo como correspondente internacional... mas nada é comparado a isso. Essa é a aventura das nossas vidas”, completou.

Veja também:
De Matt Bomer a Ricky Martin - Os famosos assumidos mais gatos

Mãe de primeira viagem, Jenna vai contar suas aventuras na maternidade num blog no site do programa. “Eu sei que não sou a primeira mulher a ter um filho, mas eu vou ter um filho pela primeira vez. Tudo é novo para mim. Nem sei direito o que é um andador ou uma bomba extratora de leite”, confessou Jenna.

Jenna e sua companheira Stephanie Gosk
Reprodução
Jenna e sua companheira Stephanie Gosk

Numa entrevista concedida à revista People, o casal explicou que Jenna fez inseminação com sêmen de um doador anônimo. "Eu não me sentiria confortável em trazer uma filha para o mundo sem que todos soubessem quem eu sou e quem são as mães dela”, afirmou a apresentadora do “Today”, justificando a sua saída do armário.

“O mais bonito é que vivemos num tempo em que não há necessidade de sigilo”, declarou Stephanie, celebrando o momento de maior abertura para que figuras públicas assumam a sua homossexualidade.

A declaração de Stephanie faz todo sentido quando se observa que dois jornalistas gays são os principais apresentadores de dois importantes canais de notícias. Na CNN, o conceituado Anderson Cooper não perdeu nenhum milímetro do seu prestigio ao sair do armário, em 2012. Pelo contrário, ele até recebeu um prêmio por sua atitude de coragem .

Rachel Maddow e Anderson não perderam prestígio depois que saíram do armário
Getty Images
Rachel Maddow e Anderson não perderam prestígio depois que saíram do armário

No canal MSNBC , a lésbica Rachel Maddow comanda o programa de maior sucesso da emissora, o “The Rachel Meadow Show”. Ela foi a primeira jornalista assumidamente gay a comandar um telejornal no horário nobre da TV americana, em 2008.

Leia mais no iGay:
“Ser gay é uma bênção”, diz apresentador Anderson Cooper, da CNN

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.