Tamanho do texto

Nesta semana, a coluna do Pomba divulga a programação especial que o Governo de São Paulo armou esta semana para comemorar o Dia Internacional de Direitos Humanos.

Numa época em que os direitos humanos vem sendo atacados pelo conservadorismo em alta no Brasil, é salutar que o Governo Do Estado de São Paulo , através das Secretarias da Cultura e da Justiça e da Defesa da Cidadania , vem com uma programação especial e dedicada ao Dia Internacional de Direitos Humanos que é comemorado no dia 10 de dezembro.

Leia também: Parada LGBT de São Paulo 2018 já tem data e tema

Cultura e Direitos Humanos

Logotipo da campanha Sonhar o Mundo
Reprodução
Logotipo da campanha Sonhar o Mundo

Em celebração ao Dia Internacional dos Direitos Humanos (10/12), os Museus da Secretaria da Cultura do Estado se mobilizam pelo terceiro ano consecutivo para realizar a ação Sonhar o Mundo . Com o tema “Solidariedade Derrubando Muros”, a iniciativa ocorre de 4 a 10 de dezembro, com uma programação diversificada de oficinas, debates, palestras, exibição de filmes, saraus, jogos e apresentações artísticas que tem como objetivo estimular a reflexão sobre solidariedade e direitos humanos.
Este ano, participam da ação todos os museus da Secretaria da Cultura do Estado e o Memorial da Inclusão , da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência , por meio de programação e ações nas mídias sociais.
A programação completa está no hotsite criado especialmente para a campanha em http://cultura.sp.gov.br/sonharomundo/, pela plataforma SP Estado da Cultura, que reúne eventos em todo o estado – http://estadodacultura.sp.gov.br/ ou nas redes sociais através das hashtags #SonharoMundo e #MundoSolidario.
Entre os destaques da programação, o Museu da Diversidade Sexual terá, em todos os dias entre 5 e 10 de dezembro, às 10h00, em parceria com a Defensoria Pública do Estado de São Paulo, o Centro de Referência da Diversidade, a Casa1 e o Cursinho Popular de Transformação, o Mutirão de Retificação de Nominal para travestis e mulheres e homens transexuais. No mesmo horário, o museu receberá doações de produtos de higiene pessoal para população de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, mulheres transexuais e homens trans em vulnerabilidade. No período, os educadores da instituição realizarão visitas mediadas para o público com os artistas da mostra “Solidão” às 10h30 e às 16h30.
Outros eventos acontecem em todo o Estado, no Memorial da Resistência, no Museu Felícia Leirner, no Museu da Casa Brasileira, no Museu Índia Vanuíre, no Museu do Café, no Museu Casa de Portinari, no Museu de Arte Sacra, no Museu Afro Brasil, na Casa das Rosas , na Pinacoteca do Estado , no Museu da Imigração, no Museu da Imagem e do Som e no Memorial da Inclusão.
Até o Museu do Futebol , enfrentando um meio machista, promove, nos dias 9 e 10, às 11h00, uma visita mediada com foco na abordagem do preconceito dentro do futebol e da sociedade. No dia 9, às 14h00, acontece o jogo educativo “Respeita a Moça”, com perguntas sobre atletas e personalidades femininas de vários esportes. Já no dia 10, às 14h00, o museu promove a atividade educativa “Futebol Acessível”, em que os participantes conhecerão itens do futebol com os olhos vendados.

Leia também: Silvetty Montilla lança livro e espetáculo sobre os 30 anos de carreira

Justiça e Direitos Humanos

Semana de Direitos Humanos é comemorada em São Paulo
Reprodução
Semana de Direitos Humanos é comemorada em São Paulo

Já a Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania promoverá, de 6 a 13 de dezembro, a Semana de Direitos Humanos , destinada a fomentar o debate, conscientizar a população sobre o tema e comemorar os 69 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos.
O evento terá palestras, exibição de filmes, exposições, mostra de depoimentos de vítimas atendidas pelo Centro de Referência e Apoio à Vítima (CRAVI), danças, show de música, teste rápido de HIV e distribuição de preservativos e de material educativo sobre doenças sexualmente transmissíveis e aids, atendimento da Defensoria Pública , entre outras atividades.
Durante toda a Semana, e até o dia 20, permanecerá aberta, de segunda a sexta-feira, das 9 às 18 horas, a exposição “Moda e Diversidade”, organizada pelo Museu da Diversidade Sexual .
Todas as atividades acontecerão no Espaço da Cidadania André Franco Montoro , na sede da Secretaria da Justiça, no Pátio do Colégio, 184, centro da capital.
A Semana de Direitos Humanos será aberta às 9 horas do dia 6, com as presenças do secretário da Justiça e da Defesa da Cidadania, Márcio Fernando Elias Rosa , e do secretário da Cultura, José Luiz Penna . Na ocasião, a exposição “Moda e Diversidade” será aberta ao público.
No dia 8 de dezembro, haverá apresentação do Esquadrão das Drags , a partir das 12h30, divulgando a Lei Estadual nº 10.948/01 , que proíbe e pune discriminação em razão da orientação sexual e da identidade de gênero, e também do Decreto Estadual nº 55.588/10, que garante o uso do nome social na administração direta e indireta do Estado de São Paulo.
Além disso, o Esquadrão das Drags fará uma oficina de sexo seguro e haverá, pelo Barong, distribuição de preservativo e material educativo sobre DST/Aids.
A entrada é franca para todas as atividades da programação.

Então, a hora é de celebrar e focar nossos esforços em difundir o Dia Internacional dos Direitos Humanos ! Para saber mais dicas de cultura, acompanhe a  coluna do Pomba aqui no iGay .