Tamanho do texto

André Pomba comanda a coluna do Pomba no iGay e nesta semana fala sobre uma peça que mostra diversidade sexual e propõe reflexão ao público

Você não pode deixar de assistir ao espetáculo LGBT "Bruta Flor" que está em cartaz no Teatro Augusta que faz reflexão sobre homofobia e preconceitos .

Leia também: Peça "Nossa Senhora das Transexuais" abre seu financiamento coletivo

Cartaz da Peça Bruta Flor em cartaz até 29 de setembro no Teatro Augusta em São Paulo
Divulgação
Cartaz da Peça Bruta Flor em cartaz até 29 de setembro no Teatro Augusta em São Paulo

Com texto de Vitor de Oliveira e Carlos Fernando de Barros e direção de Márcio Rosário, a peça "Bruta Flor" enfoca a bissexualidade e a homossexualidade , levando o público à reflexão sobre homofobia e preconceitos.

Na trama, os atores mergulharam sem rede de proteção em um texto denso que trata da homofobia internalizada e sua possível conseqüência trágica. A dramaturgia aborda o relacionamento de dois homens, Lucas e Miguel que se encontram presos em um lugar desconhecido e começam a relembrar a trajetória deles, desde a adolescência.

Miguel vai estudar em Londres e eles se afastam. Após 10 anos, ele volta para o Brasil e reencontra Lucas no metrô. Um reencontro que traz à tona sentimentos que até então desconhecia. A relação vai ganhando contornos dramáticos envolvendo a aceitação da homossexualidade.

A peça tem trilha sonora assinada por Cida Moreira e efeitos sonoros de Pedro Lemos, somada a cenografia de Reinaldo Patrício e Maureen Miranda, que também assinam o figurino com Rogério Almeida.

Outro ponto forte do espetáculo está no desenho de luz feito por Guilherme Orro em conjunto com o diretor que, principalmente nas cenas de nudez e sexo, são apresentadas sem ser apelativas.

Leia também: Revolta de Stonewall de 28 de junho de 1969 – a origem do Dia do Orgulho LGBT

Serviço

Bruta Flor
Ingressos: R$ 70,00 inteira, R$ 35,00 meia (mediante apresentação de comprovante)
Horários: Sextas, 21h30, de 04 de agosto a 29 de setembro de 2017.
Texto: Vitor de Oliveira e Carlos Fernando de Barros
Elenco: Adriano Arbol, Érika Farias e Willian Tucci
Direção: Marcio Rosario
Teatro Augusta
Rua Augusta, 943 - CEP 01305-100 - Cerqueira César - São Paulo-SP
contatosite@teatroaugusta.com.br Tel.: (11) 3151.4141

Bruta Flor em Bauru

No dia 19 de agosto, sábado, às 20h, o espetáculo “Bruta Flor”, será apresentado em Bauru no palco do Teatro Municipal “Celina Lourdes Alves Neves”, abrindo a Semana da Diversidade, evento que integra a programação oficial do Aniversário da Cidade.

A renda arrecadada será destinada para Associação Bauru Pela Diversidade.

A realização é de X Eventos Comunicação, Três Tons Visuais e Associação Bauru Pela Diversidade, conta com apoio cultural de Restaurante Noboru, Bauru Painéis, Churrascaria Baby Búfalo, Áries Apart Hotel, Padaria Confeitaria Dona Dolores, Móveis Brasil, Expresso de Prata, Labirinthus, Nicoboco, Encanto Fantasias. Apoio Institucional da Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Cultura e promocional de Mega Bilheteria, Jornal da Cidade, 96 FM, rede TV Shop, Social Bauru.

Os ingressos estão sendo vendidos à R$ 80,00 (entrada inteira), R$40,00 (meia entrada) e R$ 35,00 (com entrega de 1kg de alimento), na loja Nocoboco (Av. Getulio Vargas qd 2), Loja Encanto Fantasias (Rua Batista de Carvalho, 1-78), Labirinthus (Rua Luis Levorato 2-61) , site www.megabilheteria.com/. Outras informações pelo telefone 14-99750.5545.

Diretor e autor da peça

"Tenho orgulho e gratidão por essa equipe e elenco que resistiu a tudo e abraçaram o projeto, embarcaram na história e conduzem de maneira brilhante e apaixonada nosso texto", comenta um dos autores da peça, Vitor de Oliveira.

“O texto inédito chegou em boa hora porque eu queria muito falar sobre preconceitos e homofobia. A abordagem é profunda e há uma dose de espiritualidade. Soube de cara que era a peça que eu queria dirigir e pela receptividade do público, acertei”, conta o diretor do espetáculo LGBT Márcio Rosário. Para saber mais dicas de cultura, clique aqui e acompanhe a Coluna do Pomba no iGay