Tamanho do texto

Com a chegada do Dia das Mães, Eric Maison, homem transgênero, revela que ainda é chamado como "mãe" pelos filhos, um título honroso para ele

Eric Maison é um homem transgênero, de New Baltimore, no Michigan (EUA), que teve cinco filhos antes de assumir sua identidade de gênero. Ele fez a transição para o corpo de homem junto da filha, Corey Maison, que também é transgênero. Mesmo assim, com a chegada do Dia das Mães , o homem declara, em entrevista ao site “ABC News”, que pretende comemorar, pois ele ainda prefere ser chamado como “ mãe ”.

Leia também: Transição em família: pai e filha contam como é ser transgênero

Corey (à esquerda) e Eric Maison (à direita) têm, ambos, identidade transgênero e realizaram a transição juntos
Reprodução/Facebook/Corey Maison
Corey (à esquerda) e Eric Maison (à direita) têm, ambos, identidade transgênero e realizaram a transição juntos


“As crianças ainda me chamam de ‘mãe’, mas às vezes eles brincam e dizem ‘mãe papai’ ou ‘pai mamãe’, o que eu considero adorável”, revela Eric. Explicando a situação, o homem transgênero estabelece sua preferência por ser chamado como “mãe” por ser um título que ganhou de forma honrosa, “eu sempre serei uma mãe”.

Ele conta que sua filha de 10 anos, Ellen, perguntou se ele preferia comemorar o Dia dos Pais em vez do Dia das Mães. Sua resposta foi que ele amaria continuar celebrando a data dedicada às mães, se não houvesse problemas, e sua filha ainda acrescentou “claro, né, eu queria saber se você estava bem com a ideia”.

Sendo assim, para comemorar o Dia das Mães deste ano, a família celebrará com um “brunch”, como fazem há anos. “Eu tenho os melhores filhos do mundo”, reconhece Eric.

Como mensagem e conselho para as famílias que estão passando por questões de gênero, o homem diz: “você não precisa entender o que eles estão passando para ter compaixão, ame e respeite o próximo”. “Faça o que é melhor para a sua família e não se preocupe com o que os outros pensam”, afirma Eric sobre como reagir a críticas.

Leia também: “Para sobreviver, tem de ser forte”: Mulher transgênero sobre viver na Rússia

A história da família transgênero

A post shared by Corey Maison (@coreymaison) on


Eric, hoje com 40 anos, começou a realizar sua transição no fim de 2015, após sua filha, Corey, que tem 16 anos atualmente, ter começado seu tratamento hormonal. Ele revela que foi a coragem de sua filha que o inspirou a se assumir transgênero. O “papai mãe” diz que está em tratamento hormonal há 25 meses e realizou a cirurgia de redesignação de sexo em suas mamas em fevereiro de 2017.

Leia também: Mulher transgênero "se transforma em réptil" após diagnóstico de HIV

Enquanto isso, Corey está em tratamento há quase 30 meses, esperando para realizar a cirurgia de redesignação em suas genitais. “Tem sido incrível [realizar a transição com outra pessoa transgênero ]”, afirma Corey. “Eu sei que não estou sozinha, ele entende pelo que estou passando.”

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.