Depois da entrevista para a TV, Bruce Jenner está se sentindo livre para enfrentar o mundo como uma transexual em transição para mulher. Sai de casa de batom e esmalte nas unhas, mas ainda não contou seu nome feminino


Dois anos atrás, ele recomeçou a tomar hormônios femininos (houve um impulso de transição para mulher no passado, suspenso quando ele conheceu Kris Kardashian). Em janeiro de 2014, fez uma cirurgia para diminuir o pomo de adão. Três meses atrás, ele reuniu a família (três ex-mulheres e seis filhos) e contou que ia assumir sua identidade feminina. Dois meses atrás, gravou a entrevista exibida no dia 24 de abril pelo canal E!, que teve audiência de 16,9 milhões de pessoas.

Depois de falar para o mundo que, sim, ele (como ainda prefere ser chamado) está em fase de transição para mulher, Bruce Jenner está se sentindo aliviado e livre. Tem passado o tempo que fica em casa vestido de mulher, fazendo experiências com salto alto e um guarda-roupa feminino comprado online. Para sair de casa, usa batom e esmalte nas unhas. "Deus me deu a alma de uma mulher. Para todos os fins e propósitos, eu sou uma mulher", disse ele na entrevista. No processo de feminilização, Jenner fez a terceira cirurgia plástica no nariz e fez também intervenções no queixo, maxilar e testa.

LEIA MAIS:

SIGA O IGAY NO FACEBOOK

Os parentes explicam que essa "diversão" vai ficar entre quatro paredes até que a identidade feminina de Jenner seja completamente revelada, o que está planejado para acontecer dentro de alguns meses. Um familiar disse que, quando chegar o verão (que começa em junho, no hemisfério norte), não haverá mais Bruce: "Ele se transformará em ela". Por enquanto, ele prefere ser chamado de "ele" e ainda não revelou qual nome feminino irá adotar.

Apoio da família


Linda Thompson agradeceu pelo amor e apoio em sua página do Instagram
Reprodução/Instagram
Linda Thompson agradeceu pelo amor e apoio em sua página do Instagram

Jenner assistiu à sua entrevista duas vezes. Uma com Kim, na casa dela, e com todos os filhos dela: os enteados Kourtney (36), Kim (34), Khloé (30), Rob (28) e das duas filhas deles, Kendall (19) e Kylie (17). Para a ex-mulher foi um choque assistir à entrevista, em que Bruce Jenner contou inclusive detalhes da vida sexual do casal.

Segundo reportagem publicada na revista "People" desta semana, que o traz na capa, ela não quis dar depoimentos para a entrevista do canal E!, mas depois da exibição escreveu no Twitter o que pode ser considerado claramente um movimento de apoio. "Eu não apenas fui capaz de chamá-lo de marido por 25 anos e pai das minhas crianças, como sou capaz agora de chamá-lo de meu herói".

Foi muito difícil entender, especialmente porque ele era um homem muito másculo (Chrystie Chrownover, primeira mulher)

A segunda vez que Jenner assistiu à entrevista foi com as ex-mulheres Chrystie Crownover e Linda Thompson, e os outros quatro filhos dele, Burt (36), Cassandra (34), Brandon (33) e Brody (31). Christie, mãe de Burt e Cassandra, foi a primeira mulher de Bruce. Eles ficaram casados por 9 anos, até 1981. "Foi muito difícil entender, especialmente porque ele era um homem muito másculo", disse ela à "People". Jenner contou seu "segredo" para ela depois que eles estavam casados havia um ano.

Foi como velar a perda de uma pessoa por quem me apaixonei (Linda Thompson, segunda mulher)

Linda Thompson, mãe de Brandon e Brody, conta que quando soube da vontade de Jenner se vestir com roupas de mulher, foi como "velar a perda de uma pessoa por quem me apaixonei". Ela sugeriu que eles fossem fazer terapia de casal, para tentar "superar" o fato. "Fui ingênua. Ser trans é uma parte da condição humana. Não temos controle sobre isso."

O chamei de marido e pai das minhas crianças por 25 anos, agora vou chamá-lo de meu herói (Kris Kardashian)

Kris Jenner sabia que ele tomava hormônios femininos havia cinco anos quando eles se conheceram. Sabia também das sessões de eletrólise que acabaram com os pelos de seu corpo, e de sua vontade de se vestir de mulher eventualmente. Mas ela não tinha ideia de que seu impulso para virar mulher fosse tão profundo. Foi só após se divorciar dela que ele começou seriamente a passar pelo processo de transição. 


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.