Não é preciso ter vínculo com a universidade para participar. O curso é indicado a professores do ensino fundamental, psicólogos, educadores e interessados em geral

O Departamento de Linguística da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da Universidade de São Paulo (USP) abre a partir desta segunda-feira (27) o curso "Diversidade de orientações sexuais e identidades de gênero - Uma abordagem multidisciplinar". A coordenação é do Prof. Dr. Marcello Modesto dos Santos e o curso será ministrado pela Profa. Edith Lopes Modesto dos Santos.

SIGA O IGAY NO FACEBOOK

Para participar, não é necessário ter conhecimento prévio. "O curso faz um apanhado geral de várias teorias e o alvo são pessoas que podem vir a trabalhar profissionalmente com a comunidade LGBT", diz Marcello Modesto, 45. Ele explica que o curso ajuda a preparar essas pessoas a enfrentar problemas. É o caso de professores que precisam lidar com o bullying homofóbico nas escolas ou dos psicólogos que atendem pacientes LGBTs. 

Edith Lopes, 77, doutora em Semiótica pela USP, ressalta que a importância do curso é levantar um debate que é deixado de lado em cursos como Psicologia, Medicina e Direito, que formam profissionais que eventualmente podem atender a comunidade LGBT, mas não têm disciplinas que trabalham a diversidade na graduação. "Nós plantamos a semente. O curso é interdisciplinar, então atinge diversos profissionais", diz.

Sobre as aulas

Lopes apresentará aos alunos um histórico das primeiras pesquisas sexológicas, passando por Freud e Michel Foucault, até os estudos mais recentes, como a teoria queer. "Queremos acabar com essas caixinhas que dividem pessoas em lésbicas, bissexuais, heterossexuais. Acreditamos que o ser humano é muito mais complexo do que isso", afirma.

A doutora especializou-se em sexualidade e gêneros e fundou uma ONG que presta auxílio a pais em processo de aceitação de seus filhos LGBTs e a jovens LGBTs em autoaceitação. "Quando o filho sai do armário, é a mãe quem entra. Eu lido com pais que estão no armário. É um paradoxo porque os pais amam seus filhos, mas não conseguem aceitá-los", diz. 

O curso tem 60 vagas e 24 horas de carga horária, distribuídas aos sábados, de 9 de maio a 4 de julho de 2015, das 9h da manhã ao meio-dia. A matrícula poderá ser feita pessoalmente ou por procuração simples  a partir desta segunda-feira até o dia 5 de maio, enquanto houver vagas. Para fazer a matrícula, é necessário levar RG, CPF ou carteirinha USP (no caso de comunidade USP) e comprovante de escolaridade.

Preços

Gratuito: docentes e funcionários da FFLCH

R$ 200,00: interessados em geral

R$ 180,00: graduandos e pós-graduandos da FFLCH

R$ 100,00: professores ativos da rede pública, maiores de 60 anos, monitores bolsistas e estagiários da FFLCH

Saiba mais no site .


Curso "Diversidade de orientações sexuais e identidades de gênero - Uma abordagem multidisciplinar"
Período: 9 de maio a 4 de julho de 2015
Horário: sábados das 9h às 12h
Local: prédio de Letras - Av. Prof. Luciano Gualberto, 403, Cidade Universitária, Butantã, sala 271
Período de matrícula (enquanto houver vagas): 27 de abril a 5 de maio de 2015
Horário das matrículas: das 9h às 11h40 e das 13h às 16h45
Local para matrícula: Serviço de Cultura e Extensão Universitária, sala 126
Endereço: prédio da Administração da FFLCH: Rua do Lago, 717, Cidade Universitária, São Paulo


Você sabe o que é LGBT?


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.