Luís (Thiago Rodrigues) abre o jogo com os filhos Sofia (Milena Melo) e Luca (Gabriel Palhares) e conta que foi criado por duas mulheres. Enquanto lê um livro para eles, pergunta: "Algumas famílias têm duas mães ou dois pais. Vocês sabiam disso?"



SIGA O IGAY NO FACEBOOK

O advogado Luís contou aos filhos sobre sua criação por um casal lésbico em "Sete Vidas", novela das 18h da Globo. No capítulo exibido nesta terça (14), ele explica que Esther (Regina Duarte) era casada com Vivian, já falecida. Leia trechos da conversa:

Tudo o que uma criança precisa, meu filho - amor, carinho, dedicação -, eu tinha de sobra. A minha família era tão legal que eu nunca podia imaginar que família pudesse ser de outro jeito

Luís: "Em algumas famílias, todos são da mesma cor. Em algumas famílias, todos são de cores diferentes. Algumas famílias têm madrasta ou padrasto, irmão postiço ou irmã postiça. Algumas famílias adotam filhos. Algumas famílias podem ter dois pais e outras famílias podem ter duas mães. Vocês sabiam disso, que uma família pode ter duas mães? Às vezes são dois pais e, às vezes, duas mães."

"Pode?", pergunta o menino Luca.

"Pode, tanto pode que eu estou aqui", responde o pai.

As crianças ficam confusas e Luís continua a explicação: "É um pouco confuso, sim, porque não é assim que acontece na maioria dos casos. É tão confuso que a sua irmã, quando era bem pequenininha, perguntou para a mamãe quem era o avô dela e a sua mãe, com medo de que a sua irmã não fosse entender, inventou um avô de mentirinha. O vovô Carlos não existe, foi uma forma que a sua mãe encontrou para adiar o assunto da vovó Vivian, para vocês estarem grandes e entender tudo melhor, como estão agora".

O vovô Carlos não existe, foi uma forma que a sua mãe encontrou para adiar o assunto da vovó Vivian, para vocês estarem grandes e entender tudo melhor, como estão agora

Luca continua a questionar: "Então quer dizer que você não tinha pai?".

Luís responde: "É, mas eu tive duas mães. Para mim foi legal porque eu tive essas mães. Tudo o que uma criança precisa, meu filho - amor, carinho, dedicação - tudo isto eu tinha de sobra. A minha família era tão legal que eu nunca podia imaginar que família pudesse ser de outro jeito. Não importa se quem cuida de você é homem ou mulher, o importante é a pessoa que cuida de você te dar amor e segurança".

Assista à cena completa no site .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.