Está em cartaz no Northern Clay Center, em Minneapolis, a mostra "Sexual Politics: Gender, Sexuality, and Queerness in Contemporary Ceramics" ("Política Sexual: Gênero, Sexualidade e Queer na Cerâmica Contemporânea")


A exposição traz objetos de cerâmica contemporânea que remetem à sexualidade e às identidades de gênero. Seis artistas, em diferentes fases de suas carreiras, deram formas à mostra, das mais discretas às mais extravagantes. O objetivo é mostrar com delicadeza o que a sociedade tratou como "depravado" por décadas. 

SIGA O IGAY NO FACEBOOK

Os artistas usaram humor, ironia ou tensão para expressar a sexualidade na cerâmica. A ideia é refletir sobre a situação atual e dar visibilidade às identidades de gênero. "Artistas têm o potencial de congelar, gravar e interpretar um momento em nossa história e nos ajudar a mergulhar na verdade de nosso tempo. Esse é o objetivo da mostra", explica a curadora Kelly Connole.

"Seus trabalhos nos convidam a falar sobre sexo, política, arte, vida e sobre a comunidade LGBT", diz Connole. Na opinião dela, a última década testemunhou a maior aceitação às pessoas que se encontram fora de um "padrão social".

A exposição exibe trabalhos de Jeremy Brooks (Carbondale), Mark Burns (Las Vegas), Ron Geibel (Port Chester), Kathy King (Boston), Christina West (Marietta) e Dustin Yager (Minneapolis).

Os seis artistas foram convidados a representar gênero e sexualidade a partir de suas próprias experiências, abordando a mudança (ou a resistência à mudança) de atitudes da sociedade.

Na última semana da mostra, Kathy King ministrará um workshop gratuito, em que falará sobre seus trabalhos. Haverá oficina de cerâmica aberta ao público no dia 25 de abril.


Sexual Politics: Gender, Sexuality, and Queerness in Contemporary Ceramics
Período: de 13 de março a 26 de abril
Northern Clay Center: Av. Franklin, 2424, Minneapolis, Minnesota, Estados Unidos
Saiba mais sobre a exposição no site .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.