O Coral Gay de Curitiba começou seus ensaios no fim do ano passado e fez apresentação de estreia em março. As inscrições estão abertas a todos os interessados: não precisa ser gay e nem ter experiência com canto

Em novembro de 2014, o regente Fábio Gottschild deixou a cidade de Curitiba mais colorida. Tinha início o Coral Gay de Curitiba . Cantores de diversos bairros da cidade e da região metropolitana da capital paranaense, das mais diversas profissões, aderiram ao coral. As inscrições estão abertas para mais interessados em integrar o "coral mais colorido do Brasil". Todos são bem-vindos: gays, lésbicas, bissexuais, travestis, transexuais e heterossexuais. Atualmente, o grupo é formado por 10 cantores e pelo regente.

SIGA O IGAY NO FACEBOOK

A primeira apresentação foi no dia 30 de março em evento organizado pela Igreja Anglicana de Curitiba para comemorar a Páscoa. Depois da estreia, os ensaios mudaram da Paróquia de São Pedro Apóstolo, no bairro Cajuru, que é afastado da região central, para a Catedral São Tiago, no Centro. A transferência foi a convite do bispo Dom Naudal Gomes, da Igreja Anglicana.


O secretário do coral, Lázaro Castro, conta que o grupo ficou apreensivo durante a primeira apresentação, realizada dentro do meio religioso e para um público composto principalmente por idosos. "O fato de a Igreja Anglicana nos acolher já é uma revolução. Quando terminamos de cantar, ficamos na expectativa. As pessoas aceitaram muito bem a proposta e vieram nos abraçar", diz.

Uma voz contra o preconceito

O fato de a Igreja Anglicana nos acolher já é uma revolução. Quando terminamos de cantar, ficamos na expectativa. As pessoas aceitaram muito bem a proposta e vieram nos abraçar (Lázaro Castro)

O Coral Gay de Curitiba surgiu devido à falta de corais como este no Brasil e como forma de atender o público LGBT. São Paulo e Rio de Janeiro já tiveram seus corais gays, mas foram desativados. "A gente vê todos os dias notícias sobre homofobia e crimes relacionados ao preconceito de gênero, mesmo em Curitiba, que é tida como uma cidade gay friendly", diz Castro.

Ele explica que a ideia era promover um espaço onde a sexualidade não é um problema ou motivo de constrangimento. "Quando as pessoas pensam na comunidade LGBT, o que costuma vir à mente são festas, baladas, sexo. Queríamos um grupo que não tivesse nada a ver com isso e propusemos um espaço especial", conta.

Como fazer parte

Quando as pessoas pensam na comunidade LGBT, o que costuma vir à mente são festas, baladas, sexo. Queríamos um grupo que não tivesse nada a ver com isso

Para participar, não é necessário ter experiência, nem saber cantar, nem pertencer à comunidade LGBT. O coral é gratuito e aberto ao público. Os ensaios são realizados aos sábados na Catedral de São Tiago.

Além de formação de repertório, o coral desenvolve trabalho de relaxamento, técnica vocal e teoria musical, por isso não há necessidade de os coralistas terem conhecimento prévio. As músicas vão do popular ao erudito, passando por nomes nacionais, como Cazuza e Zélia Duncan, e internacionais, como Beatles e David Guetta.

Coral Gay de Curitiba

Ensaios aos sábados das 10h30 às 13h

Catedral de São Tiago

Endereço: Av. 7 de Setembro, 3927, próximo ao shopping Curitiba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.