STF reconhece adoção dos três filhos do casal gay Toni Reis e David Harrad, e a alegria reina na casa muito engraçada em que eles vivem com as crianças de 14, 11 e 9 anos, em Curitiba

O brasileiro Toni Reis e o britânico David Harrad estão completando 25 anos de casados no sábado (21). O melhor presente de Bodas de Prata que eles poderiam ganhar chegou com uma decisão do Supremo Tribunal Federal, que reconheceu como legal a adoção dos três filhos do casal. "Recebemos a melhor notícia dos 25 anos de casamento", diz Reis.


Toni e David moram em Curitiba e têm três filhos: Alyson, 14, Jéssica, 11, e Felipe, 9. Em 2009, o Tribunal de Justiça do Paraná determinou que o casal tinha o direito de adotar sem restrições. No entanto, um procurador do Ministério Público do Paraná interpôs um recurso contra essa decisão. Nesta semana, o STF negou esse recurso e reconheceu legalmente a família.

SIGA O IGAY NO FACEBOOK

Os filhos festejaram a decisão com música. Reis conta que os três fizeram uma gravação parodiando a música "Beijinho no ombro" em comemoração. ao fato de que agora são uma família de fato e de direito.

Lugar de crianças e adolescentes não é o orfanato, menos ainda a rua, a sarjeta, ou os guetos da prostituição infantil e do consumo de entorpecentes e drogas afins. Mas o comunitário ambiente da própria família (Ministra Carmem Lúcia)

A relatora do caso no STF, ministra Carmem Lúcia, baseou-se principalmente na decisão do mesmo Tribunal, de 5 de maio de 2011, que equiparou a união estável homoafetiva à união estável entre heterossexuais. "Lugar de crianças e adolescentes não é propriamente o orfanato, menos ainda a rua, a sarjeta, ou os guetos da prostituição infantil e do consumo de entorpecentes e drogas afins. Mas o comunitário ambiente da própria família", disse a ministra, citando o ministro Ayres Britto.

Uma casa muito engraçada

Do orfanato à casa dos pais adotivos, os filhos tiveram de se adaptar a uma série de hábitos do casal. O mais difícil foi a alimentação, conta Reis. Como eles não queriam comer saladas e outros alimentos saudáveis que os pais serviam nas refeições, o casal resolveu que no almoço o cardápio seria definido pelos pais e os filhos escolheriam o cardápio do jantar.

Para todas as outras situações, existem cinco documentos que organizam a vida em família: Contrato combinado (conjunto de regras da casa), Rotina diária (horário de acordar, afazeres do dia, lembretes), TAC - Termo de ajuste de comportamento (quando um dos filhos se comporta mal), TCLE - Termo de compromisso livre esclarecido (quando os filhos querem propor algum ajuste nas regras ou fazer um pedido - como um celular novo, por exemplo) e Planejamento (realizado anualmente). Funciona, garante Reis, que confessa que a paternidade exige fôlego. "Eles querem atenção 24 horas por dia, querem ser os príncipes da casa". 

Reis explica que, como em qualquer família, existem problemas, como ser chamado para ir à escola dos filhos quando um deles apronta alguma. "Isso independe de orientação sexual", diz. "Toda criança uma hora ou outra se comporta mal".

Papai e "daddy"

"Papai Toni" e "papai David"? Nada disso. As crianças encontraram um jeito criativo de se referir a cada um dos pais: Toni Reis, o pai brasileiro, é o "papai Toni". David Harrad, o pai de origem britânica, é o "daddy David".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.