Denise Eger assume posto de rabina na congregação Kol Ami, conhecida pelo comprometimento com a diversidade


Denise Eger não é a primeira mulher a assumir o posto de rabina na congregação Kol Ami, da Califórnia. Mas é a primeira vez que uma mulher abertamente homossexual ocupa esse lugar. Fundada em 1992, a congregação Kol Ami, em West Hollywood, tornou-se uma liderança tanto para o Judaísmo quanto para a comunidade LGBT na Califórnia. A congregação tem ações voltadas para a diversidade e a inclusão social.

SIGA O IGAY NO FACEBOOK

"O que Deus espera de você? Que pratique a justiça, ame a compaixão e caminhe humildemente ao lado Dele." A frase, verso que a rabina destaca na Bíblia como seu favorito, está escrito na parede de seu escritório. "É um lembrete de quais são nossas tarefas humanas."

Eger foi convidada para presidir a Conferência Central de Rabinos Americanos (CCAR) deste ano. "Fiquei incrivelmente orgulhosa de estar na posse da rabina Eger como presidente da CCAR. Estava lá com quatro presidentes anteriores da Kol Ami e mais de 500 rabinos. Ela recebeu uma forte ovação. Denise Eger é uma inspiração para todos nós e eu sou grata por ela ser nossa rabina", disse a co-presidente da congregação Kol Ami, Marianne Lowenthal.

É um lindo tributo a todos os colegas LGBTs e apoiadores que trabalharam tanto para conectar corações e mentes pela igualdade e para alcançar a comunidade mais ampla possível para o Judaísmo (Denise Eger)

Denise Eger é presidente fundadora do grupo Associação de Clérigos para Lésbicas, Gays e Bissexuais. Em entrevista, ela agradeceu por ser selecionada para presidir a CCAR. "É um lindo tributo a todos os colegas LGBTs e apoiadores que trabalharam tanto para conectar corações e mentes pela igualdade e para alcançar a comunidade mais ampla possível para o Judaísmo", disse.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.